Brasileirao Série A

Lisca confirma saída do Sport para ser o novo técnico do Santos

Matheus Nunes
Lisca fez sucesso no Ceará e terá primeira experiência em um dos quatro grandes do futebol paulista
Lisca fez sucesso no Ceará e terá primeira experiência em um dos quatro grandes do futebol paulista / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

O presidente do Sport, Yuri Romão, detonou Lisca, que pediu demissão para assumir o Santos na disputa do Campeonato Brasileiro. O mandatário do Leão publicou um pronunciamento nesta terça-feira (19) e caracterizou a atitude do treinador como "antiética". O clube da Vila Belmiro deve anunciar a contratação nas próximas horas, segundo o ge.

"Noticiaram que eu já estava acertado com o Santos, o que era uma grande mentira. Meu empresário recebeu o chamado no domingo e me falou. Eu disse para ele juntar todas as informações, mas só me passar depois do jogo (contra o Vila Nova). Se o Santos aceitasse minhas condições seria depois do jogo. A minha ideia era essa para não atrapalhar o Sport. Tanto que só depois da partida eu falei com o presidente Yuri (Romão) e pedi minha rescisão. Perguntei se ele iria me liberar da multa. Como não liberou eu paguei os R$ 150 mil do meu bolso. Os jogadores também não sabiam de nada. Fiz tudo legalmente. O problema foi o vazamento de uma informação incorreta que desencadeou uma série de situações."

Lisca, ex-técnico do Sport, ao ge

"Tudo isso denota uma atitude antiética do treinador, que prejudicou não só o projeto. Quando fomos contratar ele fez questão de conversar comigo e falamos de chegar a Série A, inclusive de ele permanecer após o acesso."

Yuri Romão, presidente do Sport

Lisca chegou ao Sport há três semanas e o presidente do clube revelou mágoa pela forma como ele se despediu do clube. Segundo o próprio, ele recebeu o comunicado oficial assinado pelo técnico onde pede demissão. "Ele deveria ter a hombridade de nos procurar e dizer a verdade, que ele está faltando com a verdade. Não só comigo, não só com nossa diretoria e instituição, mas também com nosso torcedor que tanto o abraçou".

"Foi chato. As minhas filhas e minha esposa tiveram que sair acuadas, chorando. De repente o estádio virou contra mim e eu não entendi nada. Já que eu não tinha acertado nada com o Santos antes do jogo. Ficou uma situação insustentável. Mesmo que eu não tivesse acertado com o Santos eu sairia do Sport. Coitado do presidente do Sport. Então eu contratei os caras para jogarem cerveja em mim, para me xingarem e fazer todo o coro contra mim e acuar a minha família? De onde ele tirou isso? Eu paguei a multa. Eu pedi demissão do Sport. O futuro a Deus pertence. Os diretores mudam. Futebol é muito dinâmico. Eu não fecho as portas com ninguém. "

Lisca, ao ge

Lisca foi vaiado pelos torcedores ao final do empate por 0 a 0 com o Vila Nova, na Ilha do Retiro. Na coletiva de imprensa após o confronto, o treinador desconversou, mas não garantiu que permaneceria no rubro-negro.

Lisca chega ao Peixe para ocupar a vaga deixada por Fabián Bustos, que ficou de fevereiro até o início de julho no Alvinegro Praiano, totalizando 28 jogos, sendo oito vitórias, 12 empates e nove derrotas. Desde então Marcelo Fernandes assumiu interinamente e comandou o time três vezes - duas vitórias (1 a 0 sobre Atlético-GO e Corinthians) e uma derrota pelo mesmo placar para o Avaí.

facebooktwitterreddit