Botafogo

Os próximos passos do Botafogo após assinatura de contrato com John Textor

Antonio Mota
O que John Textor e o Botafogo vão fazer após a oficialização do acordo? Veja.
O que John Textor e o Botafogo vão fazer após a oficialização do acordo? Veja. / Slaven Vlasic/GettyImages
facebooktwitterreddit

Agora é oficial. Após mais de um mês do anúncio do acordo, o Botafogo oficializou, na tarde da última quinta-feira, 3, a transferência do controle da Botafogo SAF para o empresário John Textor, que agora é dono de 90% da Sociedade Anônima do Futebol do clube. A demora se deu por conta de todas as questões burocráticas que envolvem tamanha transição.

Em redes sociais, Textor também anunciou o desfecho dessa história que começou no final do ano passado. "Estou muito grato por essa oportunidade, honrado pela confiança que depositaram em mim e cada vez mais apaixonado pela torcida do Botafogo. Estou muito orgulhoso de fazer parte dessa família: sou mais um escolhido”, declarou o acionista, em entrevista ao site do clube.

"Vim para construir um time campeão e farei o meu melhor para isso. Vamos trabalhar todos os dias para levar o Botafogo de volta ao seu lugar na história."

completou Textor.

Já com o contrato assinado, o Botafogo e Textor se preparam para os próximos passos. Conforme prevê o documento, o empresário vai depositar mais R$ 100 milhões nos cofres da equipe nos próximos dias. A quantia ficou acertada no contrato. Antes, vale notar, o norte-americano investiu R$ 50 milhões na instituição após a assinatura do contrato mútuo, no mês passado.

O acordo entre o Glorioso e o acionista também prevê a entrada de outros valores e ‘orçamento mínimo’ para o futebol. Ao todo, Textor vai pagar R$ 400 milhões para ser o 'dono' do Botafogo.

Além das quantias a serem pagas, o clube e o empresário vão seguir trabalhando em conjunto na busca por novos reforços e pelo novo treinador – o português Luís Castro é o favorito de Textor. Os jogadores Philipe Sampaio, Lucas Piazón e outros seguem no radar. Cabe notar, também, que o Botafogo vem passando por reformulação interna desde antes da assinatura do contrato com Textor.

Em anúncio, o Botafogo também explicou que faltam algumas questões a serem resolvidas antes da 'batida final do martelo', mas que essas não influenciarão no desfecho do acordo. “Com esta assinatura, restam apenas a conclusão de trâmites meramente burocráticos para a redação final, mas que não vão impactar no desfecho do negócio. O acionista John Textor inicia nesta quinta a sua atuação à frente do futebol do Mais Tradicional”, publicou.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit