Os 30 clubes mais valiosos do Brasil

Fabio Utz
Flamengo se mostra à frente de todos no ranking
Flamengo se mostra à frente de todos no ranking / Buda Mendes/Getty Images
facebooktwitterreddit

Afinal, quanto vale um grande clube do futebol brasileiro? Se um investidor quisesse comprar instituições como Flamengo, Palmeiras ou Corinthians, quanto teria que pagar? Através de um estudo inédito e exclusivo da Sports Value ao qual o 90min teve acesso, apresentamos os resultados auferidos e os 30 clubes mais valiosos do país. Os dados foram obtidos com base em balanços, pesquisas e potencial de consumo, com números atualizados pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de outubro de 2020. Vamos ao ranking!

30. Atlético-GO

Atlético-GO, Valor
Trata-se de um força emergente no país / EVARISTO SA/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 161 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: é uma força emergente do futebol brasileiro, tendo chegado a Série A em 2020. Sua valorização veio com o crescimento do valor do plantel de jogadores.

29. Figueirense

Figueirense, Valor
Recentemente fez pedido de recuperação judicial / Cristiano Andujar/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 167 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: o clube viveu uma gestão turbulenta, com a saída de um antigo investidor. Dívidas estão elevadas e receitas muito baixas. Força do clube está em seu estádio, em uma localização valorizada de Florianópolis. Recentemente, teve negado pedido de recuperação judicial.

28. Chapecoense

Chapecoense, Valor
Clube está de volta à Série A do Brasileirão / AFP Contributor/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 196 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: o clube vivia uma gestão equilibrada com um futuro brilhante, até o trágico acidente em dezembro de 2016. Atualmente suas dívidas estão em R$ 90 milhões, e encerrou 2019 com déficits de R$ 51 milhões. O retorno para a Série A pode mudar novamente o cenário.

27. Guarani

Guarani, Valor
Brinco de Ouro ainda é um ativo importante para o Bugre / NELSON ALMEIDA/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 203 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: tem um estádio em uma cidade muito rica, um importante polo econômico. Mas sua marca tem baixo valor e suas dívidas são muito altas.

26. Vitória

Vitória, Valor
Clube joga no Barradão e perdeu competitividade nacional / Felipe Oliveira/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 204 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: o clube sofre com debilidades financeiras e perdeu competitividade nacional. Está na Série B desde 2019. Suas dívidas são altas, e suas receitas, muito baixas.

25. Avaí

Avaí, Valor
Tem estádio localizado em região interessante de Florianópolis / Heuler Andrey/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 233 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: tem seu estádio próprio na cidade de Florianópolis e se valorizou voltando para Série A em 2019. O retorno para a Série B em 2020 reduzirá seu valor na próxima edição do estudo.

24. Fortaleza

Fortaleza, Valor
Leão mantém controle sobre finanças / Miguel Schincariol/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 254 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: com controle na dívidas e aumento de receitas, evoluiu em sua gestão. Os custos com futebol do clube são de R$ 86 milhões anuais.

23. Ceará

Ceará, Valor
Clube evoluiu em termos de administração / Bruna Prado/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 259 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: o clube evoluiu em sua gestão nos últimos anos e cresceu em receitas, especialmente com sócios. Seus custos anuais com futebol são de R$ 91 milhões e suas dividas são controladas.

22. Náutico

Náutico, Valor
Clube de Recife apresenta alta em dívidas / Renato Spencer/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 263 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: a força do clube é seu estádio, muito bem localizado no Recife. Por outro lado, tem altas dívidas e baixo crescimento de receitas.

21. Ponte Preta

Ponte Preta, Valor
Estádio Moisés Lucarelli é um ativo importante / Miguel Schincariol/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 277 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: a força do clube está em seu estádio, em uma região valorizada em Campinas, polo econômico importante no Brasil. Por outro lado, tem dívidas altas e baixas receitas provenientes da marca.

20. Santa Cruz

Santa Cruz, Valor
Estádio do Arruda é base do patrimônio do clube / ANTONIO SCORZA/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 292 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: a força do clube está no estádio do Arruda e sua marca, com milhões de apaixonados torcedores. Situação financeira do clube é complicada, com altas dívidas e receitas muito baixas.

19. América-MG

América-MG, Valor
Força do clube está no patrimônio / Alexandre Schneider/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 320 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: a força do clube está em seus ativos, especialmente o estádio Independência. Seus custos anuais com futebol são de R$ 31 milhões. Dívidas do clube estão em alta.

18. Goiás

Goiás, Valor
Esmeraldino, apesar de rebaixado, é exemplo de administração / Bruna Prado/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 345 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: vem se mostrando um excelente modelo de administração, especialmente em seu controle orçamentário. Custos anuais com futebol são de R$ 62 milhões. Acabou rebaixado no último Brasileirão.

17. Red Bull Bragantino

Valor, Red Bull Bragantino
Valorização do elenco alavanca o clube / Alexandre Schneider/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 372 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: é o único clube-empresa entre os times avaliados e vale muto por seu plantel de jogadores. Agora na Série A vai ocupando espaços deixados por clubes tradicionais e pior geridos.

16. Sport

Sport, Valor
Números negativos dificultam valorização / AFP Contributor/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 412 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: clube tem números financeiros negativos, o que dificulta sua valorização. A volta a Série A ajudou na valorização do elenco. Tem ativos valiosos na cidade do Recife.

15. Coritiba

Coritiba, Valor
Sucessivos rebaixamentos, pioram situação do Coxa / Heuler Andrey/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 458 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: sofre financeiramente, e sucessivos rebaixamentos dificultam sua valorização. A volta para a Série A em 2020 (já caiu novamente) contribuiu com a valorização dos seu elenco principal. Seus custos com futebol são de R$ 46 milhões anuais.

14. Bahia

Bahia, Valor
Evoluiu muito em termos de receitas / ARISSON MARINHO/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 550 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: clube evoluiu muito na gestão e nas receitas nos últimos anos. Vem se modernizando e mostrando força nos campeonatos. Seus custos com futebol são de mais de R$ 134 milhões anuais.

13. Botafogo

Botafogo, Valor
Finanças estão completamente desequilibradas / YASUYOSHI CHIBA/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 605 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: é mais um com números financeiros desequilibradas, altas dívidas e dificuldade para crescer. Custos anuais com futebol superam os R$ 114 milhões.

12. Cruzeiro

Cruzeiro, Valor
Cruzeiro sofre nos últimos anos com más gestões / Pedro Vilela/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 837 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: sofre financeiramente, e seus números pioraram muito. Seus custos com futebol são de mais de R$ 300 milhões anuais. Em 2019 apresentou déficits de R$ 394 milhões.

11. Santos

Santos, Valor
Clube tem uma marca muito forte / Pool/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 905 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: tem custos anuais com futebol de R$ 276 milhões, altas dívidas e descontrole orçamentário. Por outro lado, possui enorme potencial para crescer fora de Santos e no exterior.

10. Vasco da Gama

Vasco da Gama, Valor
Clube convive com sérios problemas de gestão / Alexandre Loureiro/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 953 milhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: mesmo com estádio próprio tem valor baixo de ativos. A reforma de São Januário pode contribuir com a valorização do clube. Custos com futebol são de R$ 129 milhões anuais. Altas dívidas pressionam a gestão do clube.

9. Fluminense

Fluminense, Valor
Patrimônio tricolor ainda é valorizado / YASUYOSHI CHIBA/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 1,043 bilhão

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: sua força está em seus ativos, já que o clube está em uma região nobre do Rio de Janeiro. Seus custos com futebol são de R$ 147 milhões anuais. Tem altas dívidas.

8. Grêmio

Grêmio, Valor
Tricolor tem sólido controle financeiro / Lucas Uebel/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 1,546 bilhão

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: um dos fatores dessa posição é o modelo empregada pelo clube na construção da sua arena. Não tem receitas de bilheteria para si. Custos com futebol de R$ 310 milhões e sólido controle orçamentário. Fecha no azul há quatro exercícios financeiros.

7. Athletico-PR

Athletico-PR, Valor
Furacão se consolida em termos de organização / NELSON ALMEIDA/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 1,675 bilhão

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: está extremamente bem posicionado por ser o melhor clube do Brasil em gestão de ativos. Tem CT, Arena e uma dívida somente associado ao seu estádio. Fecha sempre com superávits e tem um modelo sólido de gestão. Seus custos com futebol superam os R$ 260 milhões anuais.

6. Atlético-MG

Atlético-MG, Valor
Clube investe forte no futebol / Pedro Vilela/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 1,702 bilhão

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: valor influenciado por seus ativos imobiliários em BH. Clube vive nesse momento a construção de sua arena, que vai impactar os números. Seus custos com futebol são de R$ 277 milhões, e altas dívidas são sua realidade.

5. Internacional

Internacional, Valor
Colorado tem no Beira-Rio um ativo importante / SILVIO AVILA/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 1,749 bilhão

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: clube tem alto poder, pela parceria para a reforma do Beira-Rio, refletindo em altos valores em seu ativo. Departamento de futebol consome R$ 304 milhões anuais, e dívidas em alta são sua realidade.

4. São Paulo

São Paulo, Valor
Tricolor já foi exemplo de gestão / Rodrigo Paiva/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 1,778 bilhão

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: perdeu competitividade nas receitas, especialmente pelos baixos patrocínios e receitas com estádio estagnadas. Custos com futebol de R$ 424 milhões, déficits e dividas são a realidade atual.

3. Palmeiras

Palmeiras, Valor
Clube ganhou a última Libertadores / Pool/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 2,194 bilhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: cresceu muito em receitas nos últimos anos, seu estádio é um gigantesco gerador de receitas, bem como seus patrocínios. Tem um custo com futebol que supera os R$ 550 milhões anuais.

2. Corinthians

Corinthians, Valor
Timão tem uma das maiores torcidas do país / NELSON ALMEIDA/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 2,279 bilhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: caiu muito em receitas, tem custos muito elevados, vem acumulado déficits e subindo as dívidas. Futebol consome R$ 435 milhões anuais.

1. Flamengo

Flamengo, Valor
Clube é o atual bicampeão brasileiro / NELSON ALMEIDA/Getty Images

AVALIADO EM: R$ 2,873 bilhões

CARACTERÍSTICAS MARCANTES: o clube tem ativos e marca extremamente valiosa, pesado investimento no time principal e categoria de base com alto valor. Gastos anuais com futebol já passam de R$ 600 milhões. Mostra solidez financeira, há seis anos encerra o ano com superávit.

facebooktwitterreddit