Futebol Feminino

Maior campeão e nomes de peso: conheça o Lyon Feminino, uma das forças das quartas de final da Champions

Fabio Utz
Ada Hegerberg é uma das estrelas da equipe francesa
Ada Hegerberg é uma das estrelas da equipe francesa / Gunnar Hoffsten/GettyImages
facebooktwitterreddit

Entre os homens, o Lyon há muito tempo não exerce um protagonismo que foi marcante no início do século XXI, quando ganhou nada menos que sete vezes seguidas a Ligue 1. Já no futebol feminino, o momento é bem diferente: talvez nenhum time no mundo seja tão representativo. Maior vencedor da história da Champions League, o time francês está em busca de seu oitavo título e tenta, assim, recuperar uma extrema hegemonia.

Wendie Renard Champions League Feminina Lyon
Lyon é o maior vencedor da Champions feminina / Clive Brunskill/GettyImages

Na última década, o clube se mostrou absolutamente soberano na Europa. A equipe feminina, depois de um vice na temporada 2009/2010, começou a empilhar títulos da principal competição continental, tendo sido campeã em 2010/2011 e 2011/2012. Depois, voltaria a brilhar em 2015/2016, 2016/2017, 2017/2018, 2018/2019 e 2019/2020. Sim, foram cinco troféus levantados em sequência. Na disputa mais recente, no entanto, acabou vendo o Barcelona dar a volta olímpica. Muito embora no momento as espanholas sejam as rivais a serem batidas, será que vem uma retomada por aí?

Uma história de fatos marcantes

Lyon Futebol Feminino História
Lyon é uma das mais importantes equipes do mundo / Abbie Parr/GettyImages

O time feminino do Lyon foi fundado em 1970. Além de ser o maior ganhador de Champions, possui o mesmo status em algumas outras competições.

Muito embora o PSG seja o atual campeão nacional, o gigante da capital atingiu esta condição pela primeira vez. Por sua vez, o Lyon já acumula 14 taças, um recorde no país. Aliás, elas foram conquistada de forma consecutiva entre as temporadas 2006/2007 e 2019/2020.

O clube também ganhou em nove oportunidades a Copa da França e entrou para o Guinness Book por uma inédita sequência de vitórias, somando todos os torneios. Entre abril de 2012 e maio de 2013, acumulou nada menos que 41 triunfos dentro das quatro linhas.

Resumo da campanha das francesas até o momento

BK Hacken Lyon Futebol Feminino Champions League
Lyon cruzou com o BK Häcken, da Suécia, na fase de grupos / Gunnar Hoffsten/GettyImages

O Lyon iniciou sua caminhada na atual Champions League feminina na chamada 'ronda 2', uma etapa prévia aos grupos. Em confrontos com o Levante, da Espanha, venceu duas vezes por 2 a 1. Com isso, avançou para a fase quente do torneio, caindo na chave D - juntamente com Bayern de Munique-ALE, Benfica-POR e BK Häcken-SUE.

Com cinco vitórias e apenas uma derrota, somou 15 pontos e terminou na liderança do grupo, marcando 19 gols e sofrendo apenas dois. As estatísticas, aliás, dizem muito sobre as características da equipe. Com média de 55,6% de posse de bola, propõe jogo e dificilmente dá chance ao rival de contra-atacar. Além disso, acumula 81% de acerto nos passes - troca a bola, em média, 479 vezes por partida, com correção em 389 ações.

Levante 1 x 2 Lyon
Lyon 2 x 1 Levante
BK Häcken 0 x 3 Lyon
Lyon 5 x 0 Benfica
Lyon 2 x 1 Bayern
Bayern 1 x 0 Lyon
Benfica 0 x 5 Lyon
Lyon
4 x 0 BK Häcken

Artilheira: Catarina Macario, com quatro gols. Na fase de grupos, ela e Ada Hegerberg anotaram três gols cada
Média de gols:
2,87 gols marcados/partida | 0,5 gol sofrido/partida

Nomes a ficar de olho

Lyon Champions League Feminina Catarina Macario Gol Artilheira
Catarina Macario tem quatro gols na competição / JEFF PACHOUD/GettyImages

O Lyon conta com um trio de ataque poderoso, formado por Catarina Macario, Ada Hegerberg e Melvine Malard. Juntas, elas acumulam dez gols na competição - a primeira balançou a rede quatro vezes, e as demais, em três oportunidades. Qualquer descuido com elas pode ser fatal.

Quando o Lyon vai a campo

A equipe francesa enfrenta a Juventus nas quartas de final da Champions feminina. O primeiro jogo acontece nesta quarta-feira (23), na Itália, a partir das 14h45. O duelo de volta é em território francês, no dia 31 de março, às 16h.

facebooktwitterreddit