Série A italiana

6 estrelas que estavam no último duelo entre Inter e Juventus, mas já deixaram os clubes

Vitor Beloti
Cristiano Ronaldo é uma das estrelas que estava no último Derby D'Italia
Cristiano Ronaldo é uma das estrelas que estava no último Derby D'Italia / Stefano Guidi/GettyImages
facebooktwitterreddit

Neste domingo (24), Inter de Milão e Juventus irão se enfrentar no estádio San Siro, casa da Inter, pela 9ª rodada da Serie A. O clássico italiano sempre foi composto por diversas estrelas dentro das quatro linhas, seja pelo lado da Velha Senhora ou pela Inter.

No entanto, alguns craques de ambas as equipes saíram na última janela de transferências, abaixando o nível técnico do confronto em relação ao último encontro entre os times.

Por conta disso, listamos 6 estrelas que estavam no último clássico entre Inter e Juventus, mas já deixaram os seus clubes.

1. Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo atualmente está no Manchester United. / Naomi Baker/GettyImages

O que dizer sobre Cristiano Ronaldo? O português é, simplesmente, um dos melhores jogadores de todos os tempos, após 13 anos atuando em alto nível, sendo eleito 5 vezes como melhor jogador do mundo.

No último duelo entre as equipes, Cristiano deixou sua marca e ajudou a Juve a vencer o Derby d'Italia por 3 a 2. Desta vez, no entanto, a Velha Senhora não terá a presença do craque a seu favor, já que o artilheiro retornou ao Manchester United.

2. Romelu Lukaku

Romelu Lukaku
Lukaku foi a grande contratação da temporada do Chelsea. / Marc Atkins/GettyImages

O belga fez história na Inter de Milão com a grande conquista da Serie A na última temporada. Além disso, foi eleito o melhor jogador desta conquista, um feito muito significativo considerando a concorrência de alguns de seus companheiros de time, como Lautaro Martínez.

No último clássico entre Inter e Juventus, assim como Cristiano Ronaldo, Lukaku deixou sua marca no final da primeira etapa após uma cobrança de pênalti, mas não foi suficiente para sair com uma vitória diante do rival. Atualmente, o centroavante está jogando com a camisa do Chelsea.

3. Antonio Conte

Javier Zanetti, Antonio Conte, Gabriele Oriali
Conte conquistou o título italiano com a Inter. / Jonathan Moscrop/GettyImages

O brilhante técnico italiano mostrou porque é um dos treinadores mais capacitados do mundo. Em apenas dois anos à frente da Inter de Milão, Antonio Conte conquistou o sonhado Campeonato Italiano, título que a equipe nerazzurri não levantava há 11 anos.

Por conta de problemas financeiros da Inter, o treinador pediu demissão e agora está livre no mercado.

4. Andrea Pirlo

Andrea Pirlo, Roberto Baronio
Pirlo foi o comandante da Juventus na última temporada. / Nicolò Campo/GettyImages

Pirlo como jogador teve pura classe, eleito um dos melhores meio-campistas deste início de século, mas como treinador ainda não mostrou muita coisa. No entanto, na última partida entre ambas as equipes, ele estava no comando técnico da Juventus e conseguiu sair com uma enorme vitória do confronto por 3 a 2, após 90 minutos de pura intensidade.

Atualmente, Massimiliano Allegri é o técnico da Juventus e estará no comando da equipe neste domingo. Pirlo foi demitido no final da temporada após um mal trabalho.

5. Gianluigi Buffon

Gianluigi Buffon
Buffon retornou ao Parma nesta temporada. / CPS Images/GettyImages

Um dos melhores goleiros de todos os tempos. Este é Buffon, um dos grandes ídolos da história da Juventus e da Seleção Italiana. Mesmo aos 43 anos de idade, o lendário goleiro italiano manteve a boa forma e foi uma das peças fundamentais da Juventus na última temporada, mesmo ficando no banco de reservas em alguma ocasiões.

Desta vez, Buffon não estará presente no clássico pelo fato do goleiro ter retornado ao clube que o revelou para o futebol: Parma Calcio 1913.

6. Achraf Hakimi

Achraf Hakimi
Hakimi é fundamental para o sistema de jogo do PSG. / John Berry/GettyImages

O marroquino foi comprado pela Inter na temporada 2020/2021 do Real Madrid, por cerca de 43 milhões de euros. O lateral-direito chegou com um pouco de desconfiança, mas logo conseguiu se destacar na equipe de Antonio Conte e foi uma das peças primordiais para o grande título italiano na temporada passada.

Pelo ótimo desempenho na Itália, o PSG ficou interessado no atleta e pagou 60 milhões de euros por sua transferência. Atualmente, Hakimi é uma das principais peças ofensivas do time da capital francesa.

facebooktwitterreddit