Futebol Internacional

Os 5 pilares da conquista do título italiano pela Inter de Milão

Nathália Almeida
Inter de Milão colocou um ponto final no jejum de títulos de Serie A
Inter de Milão colocou um ponto final no jejum de títulos de Serie A / Alessandro Sabattini/Getty Images
facebooktwitterreddit

Aquilo que no início da temporada todos diziam ser impossível, aconteceu: o futebol italiano tem um novo campeão. Após nove anos consecutivos com a Juventus conquistando a Serie A Tim, o país da "velha bota" voltou a vestir azul e preto.

inter de milao serie a tim scudetto Piazza del Duomo
Torcedores se reuniram na Piazza del Duomo para celebrar a conquista / Mattia Pistoia/Getty Images

Com uma campanha irretocável do início ao fim, a Inter de Milão foi a responsável por colocar um ponto final na dinastia da rival de Turim, faturando o Scudetto com 4 rodadas de antecedência. Após vencer na rodada, os Nerazzurri precisavam apenas de um tropeço de Atalanta para confirmar o título neste domingo (2), resultado que acabou se confirmando.

A seguir, listamos quais foram os principais pilares/protagonistas do 19º título italiano da Inter:


1. Romelu Lukaku

romelu lukaku inter de milao serie a tim
Lukaku foi a grande estrela da Inter na temporada / Soccrates Images/Getty Images

Uma temporada simplesmente exuberante de um dos melhores camisas 9 do futebol mundial na atualidade.

O belga está no rol dos grandes atacantes há alguns anos, mas em 2020/21 vimos, sem dúvida, sua melhor versão: muito bem fisicamente, brilhou não só colocando a bola na rede, mas gerando jogo a todo instante pra a Inter. Nos pivôs, nas arrancadas, nas assistências, ajudando a defesa nas bolas paradas... Completo.

O título, seus números (21 gols e nove assistências) e nível de atuações fazem dele, sem questionamento, o craque da competição.

2. Antonio Conte

antonio conte serie a tim inter de milao
Antonio Conte demorou, mas trouxe o tão sonhado título à Milão / Alessandro Sabattini/Getty Images

O frustrante desfecho de 2019/20 quase encerrou precocemente a história entre Inter e Antonio Conte: o técnico italiano ficou 'por um fio' de dar adeus ao clube após os dolorosos vice-campeonatos da Serie A e da Europa League na temporada passada.

Mas nada como um dia após o outro, e o genioso técnico italiano seguiu no carpo e deu a volta por cima. Soube administrar o vestiário e tirar o melhor de cada um dos atletas de seu elenco, inclusive dos que pareciam fora dos planos do próprio comandante: Christian Eriksen e Skriniar, que pareciam "escanteados", se tornaram titulares importantes durante a campanha.

Mais uma conquista de título nacional com a assinatura de Conte.

3. Nicolò Barella

nicolo barella inter de milao serie a tim
Barella foi o maestro do meio-campo da Inter / Soccrates Images/Getty Images

O jovem jogador italiano foi o maestro do meio-campo da Inter. Esbanjando tranquilidade, personalidade e obviamente muita qualidade técnica, esteve presente em 33 dos 34 jogos disputados pela equipe na Serie A Tim, atrás apenas do goleiro titular Samir Handanovic.

Além de confiável em termos de participação, Barella também foi muito regular na temporada, oscilando pouquíssimo. Raríssimas foram as partidas em que não esteve bem. Com três gols e sete assistências, foi o meia mais efetivo da Inter na competição.

4. Achraf Hakimi

achraf hakimi inter de milao serie a tim
Ala foi uma peça ofensiva fundamental para a Inter / Maurizio Lagana/Getty Images

O torcedor do Real Madrid ainda tenta entender o porquê do clube ter negociado com tanta facilidade o excelente lateral marroquino, que vinha de uma temporada destacada no Borussia Dortmund.

Melhor para a Inter de Milão, que pagou barato por um jogador perfeito para seu sistema de jogo: ala pela direita no 3-5-2 de Conte, Hakimi foi, durante todo o campeonato, uma das principais válvulas de escape da equipe.

Seus números totais em 33 partidas foram melhores do que os de muitos atacantes em ação na Itália: sete gols e sete assistências para ele.

5. Stefan de Vrij

stefan de vrij inter de milao serie a tim
De Vrij é o símbolo da defesa do Inter de Milão / Jonathan Moscrop/Getty Images

Ainda temos mais quatro rodadas em disputa na Serie A, então não podemos cravar que a Inter de Milão terminará a competição com a melhor defesa, mas ocupa esse status hoje: com apenas 29 gols sofridos, tem o sistema defensivo mais sólido do torneio.

Todos os zagueiros estiveram bem na temporada: Bastoni, Skriniar, De Vrij e até o veterano Ranocchia. Escolhemos De Vrij para representar o setor por conta de sua liderança e voz ativa, no campo e nos vestiários.

facebooktwitterreddit