10 técnicos conhecidos que começam 2022 sem clube

Rodrigo Salomao
Jesus e Zizou são dois dos principais nomes à disposição no mercado de técnicos
Jesus e Zizou são dois dos principais nomes à disposição no mercado de técnicos / Gonzalo Arroyo Moreno/GettyImages
facebooktwitterreddit

Ano novo, vida nova, mas não para estes técnicos. Assim como na reta final de 2021, alguns vários treinadores renomados do futebol, sejam eles na Europa ou no Brasil, seguem sem um time para comandar. Oportunidade para alguns, como o Galo, mas será que todos eles de fato estão disponíveis? Vamos relembrar quem começa 2022 livre no mercado, nessa dança das cadeiras eternas dentro da área técnica:

1. Ronald Koeman

Ronald Koeman
Koeman não alcançou o sucesso desejado no Barcelona, onde foi ídolo como atleta / Denis Doyle/GettyImages

Depois de passar pouco mais de uma temporada à frente de um Barcelona em reconstrução, Koeman foi demitido em outubro para dar lugar a Xavi. Desde então, o holandês segue sem clube.

2. Vanderlei Luxemburgo

Vanderlei Luxemburgo
Luxa deixou o Cruzeiro na reta final de 2021, após decisão de Ronaldo e seu estafe / Bruna Prado/GettyImages

Saindo da Europa e pulando para o Brasil, temos Vanderlei Luxemburgo iniciando o ano de 2022 sem um time para chamar de seu. Apesar do trabalho considerado satisfatório no comando do Cruzeiro no fim da Série B, Luxa foi reavaliado pelos novos donos da Raposa e acabou por ser desligado para que o projeto fosse repaginado.

3. Jorge Jesus

FBL-EUR-C1-BENFICA-TRAINING
Jesus não resistiu aos maus resultados à frente do Benfica em 2021 / PATRICIA DE MELO MOREIRA/GettyImages

Um dos nomes mais quentes do momento, já que atiça tanto os mercados da Europa como o do Brasil. Jorge Jesus chegou a conversar com o Flamengo, mas o Rubro-Negro optou por não esperar as indefinições do português e acertou com Paulo Sousa. Com isso, seu nome passou a ser especulado no Atlético-MG e, mais recentemente, no Fenerbahçe, da Turquia.

4. Andrea Pirlo

Andrea Pirlo, Roberto Baronio
Pirlo não conseguiu repetir sua história de sucesso como jogador ao treinar a Juve / Nicolò Campo/GettyImages

Meio-campista de alta classe, Andrea Pirlo preparou-se como técnico assumindo as divisões de base na Juventus. Na sequência, comandou o elenco principal e não foi bem. Foi demitido após uma temporada, em maio de 2021. Desde então, segue livre no mercado.

5. Luiz Felipe Scolari

Luiz Felipe Scolari
Felipão deixou o Grêmio no meio da campanha que culminou no rebaixamento do clube no Brasileirão / Buda Mendes/GettyImages

De um nome ainda verde na área técnica para um mais que consagrado. Felipão assumiu o Grêmio em 2021, depois da queda de Tiago Nunes, mas acabou durando apenas três meses no cargo. No período, não conseguiu dar a consistência necessária ao Imortal para que conquistasse pontos na luta contra o descenso, que acabou por acontecer na última rodada do Brasileirão.

6. Frank Lampard

FBL-ENG-FACUP-CHELSEA-LUTON
Lampard esteve no Chelsea antes de Tuchel assumir / DANIEL LEAL/GettyImages

Meio-campista ídolo nos Blues, Lampard teve boa passagem pelo Derby County no início da carreira como treinador. Ficou mais de uma temporada no Chelsea, com resultados irregulares à frente de um elenco jovem e em formação, que acabou ganhando corpo com a chegada de Tuchel na sequência de sua demissão.

7. Renato Gaúcho

Renato Gaucho
Renato amargou a derrota na final da Libertadores diante do Palmeiras e deu adeus ao Flamengo / Buda Mendes/GettyImages

Renato começou 2021 incontestável no comando do Grêmio, mas a queda na pré-Libertadores fulminou o planejamento do clube e do próprio treinador. Desligado depois de quase 5 anos na Arena, assumiu o Flamengo em julho. O início foi avassalador, mas o trabalho entrou em queda livre. E sem títulos. A perda para o Palmeiras na final da Libertadores foi a pá de cal para que deixasse também o Rubro-Negro e terminasse o ano sem um time.

8. Zinedine Zidane

Nacho Fernandez, Zinedine Zidane
Zidane comandou o Real Madrid em duas passagens e, desde então, não mais treinou outra equipe / Quality Sport Images/GettyImages

Nome já carimbado nesse tipo de lista, mês a mês. Zidane deixou o Real Madrid em maio de 2021 e, como é costumeiro em sua carreira, não teve pressa para acertar com uma nova equipe. Apesar de as especulações serem enormes em várias direções (PSG? Manchester United? Seleção francesa?), Zizou continua livre no mercado.

9. Dorival Júnior

Dorival Junior
Dorival está longe dos gramados há bastante tempo / Alexandre Schneider/GettyImages

Por falar em um nome livre no mercado há bastante tempo, temos o exemplo de Dorival Júnior no Brasil. Seu último trabalho foi o Athletico, terminado em agosto de 2020. Desde então, o técnico não mais apareceu à frente de qualquer time. Recentemente, Dorival reapareceu nos noticiários como uma possibilidade para o Goiás, recém-promovido à Série A. No entanto, o acerto ainda não foi concretizado.

10. Mano Menezes

Mano Menezes
Mano Menezes foi especulado no Cruzeiro após a queda de Luxa / Alexandre Schneider/GettyImages

Bicampeão da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, Mano Menezes esteve na lista da Raposa para assumir o time na Série B de 2022. No entanto, o acerto não se concretizou, deixando seu nome ainda disponível no mercado. No Brasil, seu último clube foi o Bahia, onde não deixou saudades. Está sem time desde setembro, quando deixou o Al-Nassr FC, da Arábia Saudita.

facebooktwitterreddit