Vasco quer manter Benítez em São Januário, mas Independiente não vai facilitar tramite pelo meia

Antonio Mota
Vasco estuda formas de manter meia Benítez, mesmo sabendo das dificuldades.
Vasco estuda formas de manter meia Benítez, mesmo sabendo das dificuldades. / Miguel Schincariol/Getty Images
facebooktwitterreddit

Emprestado pelo Independiente, da Argentina, meio-campista Martín Benítez agrada no Vasco e clube estuda formas de adquiri-lo em definitivo. Aos 25 anos, o camisa 10 tem sido peça-chave para o bom momento do time na temporada, com classificação na Copa do Brasil e também com boa colação no Campeonato Brasileiro.  

Para continuar com o meia, segundo informações do UOL Esporte, o Gigante da Colina não tem muitas opções a não ser comprá-lo, tido que o Independiente o cedeu apenas até o final do ano e não se mostra flexível nem à ampliação do empréstimo até fevereiro do ano que vem – quando acaba a temporada 2020 no futebol brasileiro e sul-americano.

Benítez e Cano, destaques do Vasco na temporada, são grandes amigos.
Benítez e Cano, destaques do Vasco na temporada, são grandes amigos. / Bruna Prado/Getty Images

Diante desse impasse, o Vasco vai ter que encontrar uma maneira de arcar com o valor pedido pelo Rey de Copas pela venda do camisa 10: US$ 4 milhões (R$ 20,9 milhões, na cotação atual) – quantia alta para a realidade financeira do clube. De todo modo, o Alvinegro entende que é um ‘forço necessário’ e que, além do retorno técnico, pode lucrar futuramente com o meio-campista.

Contudo, antes de darem qualquer sinal de compra aos argentinos, os brasileiros precisam viabilizar o negócio, seja por um investidor privado ou, em um cenário mais complicado, por recursos próprios – premiações, mecanismos de solidariedade etc.

Ao seu favor, o Vasco conta com alguns fatores, como a felicidade e desejo de continuar em São Januário de Martín Benítez, que se adaptou bem ao Rio de Janeiro com a sua família, e também, ainda conforme o UOL Esporte, com o Independiente aceitando reduzir o valor pedido pelo meio-campista para US$ 3 milhões (R$ 15,7 milhões).

Os encarregados pelo ‘caso Benítez’ são: André Mazzuco, diretor-executivo do Vasco, e José Luiz Moreira, vice-presidente de futebol do clube.  

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit