Grêmio

Vagner Mancini revela o que o fez trocar América-MG pelo Grêmio: 'Tamanho do clube'

Nathália Almeida
Mancini foi apresentado pelo Grêmio nesta sexta-feira (15)
Mancini foi apresentado pelo Grêmio nesta sexta-feira (15) / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Em uma decisão criticada por muitos torcedores, jornalistas e demais pessoas que acompanham de perto o futebol brasileiro, Vagner Mancini não hesitou em aceitar a proposta do Grêmio, deixando o América-MG com a temporada em andamento, em meio a um trabalho que vinha sendo elogiado e rendendo grandes frutos ao Coelho.

Oficialmente apresentado nesta sexta-feira (15) como novo treinador tricolor, Mancini concedeu longa entrevista coletiva no CT Luiz Carvalho. E logo em uma das primeiras perguntas recebidas, o comandante prometeu trabalhar intensamente em dois aspectos do jogo: o tático e o mental. Além disso, prometeu um Grêmio arrojado e ofensivo, bem diferente do estilo adotado por seu antecessor, Luiz Felipe Scolari.

"O time do Mancini será sempre ofensivo. Ofensivo no que pede a partida. O time precisa ser agressivo em todos os momentos, seja para frente ou para trás, na hora de se defender. O jogo é dividido em duas partes, com e sem a bola. Com a bola, temos que jogar. Temos jogadores dotados. Sem a bola, precisamos gerar desconforto. Precisamos agregar parte tática. Não há muito tempo. Preciso atuar na parte emocional do atleta. Todos já jogaram e fizeram boas atuações neste ano. Precisamos resgatar o que eles têm de melhor. Um resgate coletivo, não individual", afirmou.

Outra pergunta que já era esperada envolveu a tomada de decisão de deixar o trabalho em curso no América-MG. De acordo com Mancini, o tamanho do Grêmio foi o que motivou sua mudança para Porto Alegre.

"O que me fez aceitar? O tamanho do clube. Falo com muito orgulho que já vesti esta camisa e participei de conquistas. Foi um dos fatores. A saída do América-MG foi muito leal. Sempre dialogamos com respeito. Quando você faz de peito aberto, olho no olho, sai da melhor forma"

Mancini, em coletiva de apresentação

A versão de Mancini acerca de sua saída do América, no entanto, vai na contramão do que a diretoria mineira expôs nesta mesma sexta. Em entrevista, o diretor Marcos Salum revelou que o treinador e seus representantes aceitaram a proposta gremista antes mesmo de consultar o clube. Você pode ver detalhes desta declaração aqui.

facebooktwitterreddit