Brasileirao Série A

Diretor do América-MG revela bastidores da saída de Vagner Mancini: 'Momento muito difícil'

Vitor Beloti
Vagner Mancini é o novo treinador do Grêmio.
Vagner Mancini é o novo treinador do Grêmio. / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Após o Grêmio tomar uma negativa de Roger Machado para assumir o clube, a diretoria do Tricolor Gaúcho não encontrou outra opção no mercado além de ir atrás de um profissional que até então estava empregado em outro rival da Série A: Vagner Mancini, agora ex-treinador do América-MG.

Rompendo o silêncio institucional, Marcus Salum, diretor de futebol do Coelho, detalhou como a saída do profissional aconteceu nos bastidores: além de revelar que o técnico já havia fechado com o Grêmio antes de conversar com a diretoria clube, entregou que tudo aconteceu através de um telefonema.

"Recebi uma ligação do empresário do Vagner Mancini e ele estava na linha comunicando que tinha recebido uma proposta oficial do Grêmio. Tentamos conversar e negociar talvez uma nova premiação, mas colocaram com clareza que já tinham fechado a proposta e queriam se desligar"

"Perguntaram como poderia ser. Disse para seguir os canais normais, vai pagar a multa e o pedido de rescisão. Não vou abrir mão disso, porque é a quebra de um trabalho que estava dando muito certo. Foi um dia difícil e um momento muito difícil"

Marcus Salum, diretor do América-MG
Vagner Mancini
Presidente do América-MG não gostou da ida de Mancini para o Grêmio. / Alexandre Schneider/GettyImages

Antes de Mancini ser anunciado o novo treinador do Grêmio, o atual presidente do América-MG, Alencar da Silveira Júnior, já tinha dado declarações e que não desejava a ida do técnico ao clube de Porto Alegre: "Ele está em um ambiente sadio, tranquilo, onde construímos uma família. Deixa a gente continuar trabalhando e vai encher o saco de outro", escreveu em suas redes sociais.

Mesmo com a falta de um treinador na equipe principal, o coordenador Marcus Salum comentou que os problemas estão sendo resolvidos e que o Coelho já está em busca de um novo treinador: "A mensagem que eu quero passar é para a torcida do América ter tranquilidade. O América vai buscar um novo treinador e não vai demorar para fazer isso. Estamos discutindo um perfil. De repente, sempre o treinador do América é um dos melhores do Brasil. Deve ser porque o América tem um terreno fértil onde o trabalho é de qualidade.", completou Marcus Salum.

O próximo jogo do América-MG será neste sábado (16) diante do Bahia, dentro de casa, pela 27ª rodada do Brasileirão. Diogo Giacomini, auxiliar permanente do clube, estará a frente da equipe para este duelo.

facebooktwitterreddit