Sem Luciano, Fernando Diniz tem dor de cabeça para montar ataque do São Paulo na Libertadores; veja opções

Antonio Mota
Sem o suspenso Luciano, Fernando Diniz tem 'grande vazio' para preencher no ataque do São Paulo para a Conmebol Libertadores.
Sem o suspenso Luciano, Fernando Diniz tem 'grande vazio' para preencher no ataque do São Paulo para a Conmebol Libertadores. / Alexandre Schneider/Getty Images
facebooktwitterreddit

O São Paulo vai enfrentar o River Plate na noite de amanhã (30), em Avellaneda, pela 5ª rodada do Grupo D da Conmebol Libertadores, sem o seu principal jogador dos últimos jogos: Luciano. Suspenso, o ex-Grêmio nem viajou com a delegação paulista para a Argentina e vai acompanhar pela televisão o jogo que pode representar o ‘adeus matemático’ do Tricolor ao torneio mais importante da América do Sul.

Sem o artilheiro, que cumpre seu último jogo de suspensão pela confusão no Gre-Nal, Fernando Diniz vê o desafio ficar ainda maior contra os Millonarios e já trabalha para encontrar quem vai ocupar a vaga do camisa 11. Cabe lembrar que, caso seja derrotado pelo time de Marcelo Gallardo, o São Paulo vai enfrentar o Binacional, no Morumbi, no dia 20 de outubro, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores, apenas para cumprir tabela.

Fernando Diniz só vai poder contar com Luciano na última rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores.
Fernando Diniz só vai poder contar com Luciano na última rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores. / Alexandre Schneider/Getty Images

Contratado há pouco mais de um mês, Luciano chegou, assumiu o posto de goleador e foi fundamental para a equipe no Campeonato Brasileiro – reforçando que ele ainda não pôde atuar pelo Tricolor na Libertadores. Ao todo, segundo o UOL Esporte, o atacante participou de nove partidas e ajudou diretamente na conquista de 12 pontos, com 5 gols e uma assistência. Além disso, com ele em campo, o time perdeu apenas um jogo.  

Agora, novamente sem o atacante, Diniz tem quatro opções para escalar ao lado de Pablo, sendo: Vítor Bueno, um dos favoritos, mesmo que não passe por uma boa fase; Brenner, que empolga, mas ainda é muito novo; e ainda Paulinho Boia e Tréllez, que 'correm por fora'. O treinador deve tomar a decisão após o treino de hoje à tarde, que vai ser o último antes da batalha contra o River Plate.  

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit