Futebol brasileiro

Presença de público em estádios paulistas pode ser reduzida em 30% – saiba detalhes

Daniel Farias
Número de casos tem crescido no Brasil | Corinthians v Athletico Paranaense - Brasileirao 2021
Número de casos tem crescido no Brasil | Corinthians v Athletico Paranaense - Brasileirao 2021 / Ricardo Moreira/GettyImages
facebooktwitterreddit

A situação envolvendo a pandemia de Covid-19 volta a agravar no Brasil. Diversos estados têm registrado aumento no número de casos positivos e o momento é de cautela e reforço nas medidas de proteção contra o vírus. Com o início dos campeonatos estaduais se aproximando, diversos estados têm adotado medidas de segurança em relação à quantidade de público nos estádios. Nesta semana o Governo de São Paulo recomendou uma redução de 30% na capacidade dos eventos esportivos.

A recomendação aconteceu pelo governo do Estado de São Paulo, através de seu Comitê Científico. Ainda de acordo com o órgão, cada prefeitura deve avaliar sua situação atual e tomar medidas que considerem necessárias: "Recomendamos às prefeituras que reduzam a ocupação desses eventos. A sugestão é de fazer uma redução de 30% na capacidade de público, mas deixamos em aberto que isso fica a critério dos municípios".

Sao Paulo v Santos - Brasileirao 2021
Torcida do São Paulo no Morumbi | Sao Paulo v Santos - Brasileirao 2021 / Alexandre Schneider/GettyImages

Duas competições principais podem ser afetadas pelas novas medidas: a Copa São Paulo de Futebol Júnior, que já está em andamento, e o Campeonato Paulista, que está previsto para começar no dia 23 de janeiro. É importante destacar que os jogos da Copinha estão acontecendo com a presença de público e que em algumas partidas a quantidade de pessoas presente foi considerada alta. Buscando frear esse crescimento de casos, o Governo de São Paulo enxerga como importante essa redução da capacidade.

A suspensão da presença de público nos estádios brasileiros é um tema que está em discussão desde março de 2020, quando o acesso foi paralisado em todo o país. Com a melhora na situação da pandemia, os torcedores retornaram às arquibancadas, sobretudo no segundo semestre de 2021. Por enquanto ainda não foi levantada uma possibilidade real de nova proibição total à presença de público. A ideia dos estados é que uma redução possa ser suficiente para frear o crescimento, acompanhada, é claro, de diversas outras ações de enfrentamento à pandemia.

facebooktwitterreddit