10 anos de 90min

Os 4 técnicos da Seleção Brasileira na última década

Vitor Beloti
Mano Menezes foi o treinador da Seleção Brasileira entre 2010 e 2012
Mano Menezes foi o treinador da Seleção Brasileira entre 2010 e 2012 / Helio Suenaga/GettyImages
facebooktwitterreddit

Neste ano o 90min comemora seus 10 anos de existência e, desde então, muitos aspectos mudaram quando relacionamos com o mundo da bola. A Seleção Brasileira seguiu o mesmo caminho, principalmente em relação ao comando técnico da canarinho, que neste período disputou duas Copas do Mundo e conquistou a Copa das Confederações (2013) e Copa América (2019) com treinadores diferentes.

1. Mano Menezes - 2010/2012

Brazilian national team coach Mano Menez
Mano Menezes teve 69,7% de aproveitamento com a Seleção Brasileira / JEFFERSON BERNARDES/GettyImages

O treinador Mano Menezes foi contratado logo após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo de 2010, diante da Holanda, pelas quartas de final do torneio. Ele ficou apenas 25 jogos, sendo 15 vitórias, quatro empates e seis derrotas, e deixou o comando técnico com 69,7% de aproveitamento - o terceiro pior treinador em índice de desempenho dos últimos 10 comandantes que passaram pela amarelinha. A demissão aconteceu de forma surpreendente em novembro de 2012 e Felipão foi o sucessor.

2. Luiz Felipe Scolari - 2013/2014

Luiz Felipe Scolari
Luiz Felipe Scolari ficou marcado por comandar o time que perdeu por 7 a 1 da Alemanha / Jamie McDonald/GettyImages

Contratado a um ano da Copa do Mundo que aconteceria no país natal, Felipão aceitou o convite da CBF para retornar à seleção e conseguiu vencer partidas importantes, sendo a mais marcante o 3 a 0 sobre a Espanha que deu o título da Copa das Confederações. A conquista diante da atual campeã mundial e europeia criou grandes expectativas para o ano seguinte, porém as coisas não aconteceram como o esperado e o final da história terminou de forma melancólica, com o 7 a 1 para a Alemanha - fora o baile.

3. Dunga - 2014/2016

Dunga
Dunga está longe do futebol há cinco anos e além da seleção comandou apenas o Internacional / Buda Mendes/GettyImages

Após a maior derrota da história da Seleção Brasileira, o técnico Dunga que era o comandante na Copa de 2010 ganhou outra oportunidade em um clima nada agradável. Ele foi criticado por torcedores sobre o estilo de jogo e o desempenho da canarinho, além de não convocar os principais atletas do cenário mundial e, para completar, tinha uma relação conturbada com a imprensa. Ele foi demitido após uma sequência ruim de resultados que culminou com eliminação e derrota para o Peru na Copa América Centenário em 2016

4. Tite - 2016/atualmente

Tite
Tite comandou a seleção em 2018 e busca entrar no grupo seleto de treinadores que comandaram o Brasil em mais de uma Copa do Mundo / Buda Mendes/GettyImages

Um sonho que se tornou realidade. Unanimidade entre os treinadores brasileiros em 2016, quando foi contratado, Tite assumiu o cargo após a saída de Dunga. Desde então o treinador coleciona resultados expressivos e acumula vitórias nas Eliminatórias da Copa e de quebra ganhou a Copa América de 2019 em pleno Maracanã. Neste ano o Brasil chegou à final de novo, mas desta vez a Argentina levantou a taça. O grande objetivo é o título mundial, objetivo que foi interrompido em 2018 nas quartas de final diante da Bélgica. 2022 é logo ali - será que dessa vez ele traz o hexa?

facebooktwitterreddit