Copa América Feminina

O resumo e os destaques da 4ª rodada da Copa América Feminina

Antonio Mota
Com doblete, Debinha ajudou a Seleção Brasileira a confirmar presença nas semifinais da Copa América Feminina.
Com doblete, Debinha ajudou a Seleção Brasileira a confirmar presença nas semifinais da Copa América Feminina. / Gabriel Aponte/GettyImages
facebooktwitterreddit

A quarta rodada da Copa América Feminina acabou na noite da última segunda-feira, 18, com mais uma sonora goleada: vitória por 6 a 0 do Uruguai sobre o Peru, no Centenário, em Armênia, na Colômbia. Com o resultado, a Celeste conseguiu os primeiros pontos e ao menos se despediu da competição com uma vitória.

Horas antes, ainda na segunda-feira, a Seleção Brasileira também não encontrou dificuldades em seu duelo: bateu a Venezuela por 4 a 0, no mesmo estádio, com gols de Debinha (2x), Ary Borges e Bia Zaneratto. A camisa 9 e a volante, aliás, anotaram verdadeiras pinturas e coroaram a grande atuação da equipe verde e amarela.

Brasil brilha e garante vaga nas semis da Copa América Feminina.
O Brasil emplacou mais uma vitória na rodada quatro da Copa América Feminina. / Gabriel Aponte/GettyImages

Com esses resultados, o Grupo B da Copa América Feminina ficou com: o Brasil na liderança isolada, com nove pontos e já classificado para as semifinais, e a Argentina e a Venezuela logo atrás, com seis pontos cada – essas equipes disputam a última vaga da chave nas semis. O Uruguai (3 pontos) e o zerado Peru completam o grupo, mas sem chances de classificação.

O Grupo A também contou com uma goleada nesta rodada quatro. No domingo, 17, o Chile venceu a Bolívia por 5 a 0, no Pascual Guerrero. A anfitriã Colômbia também conquistou os três pontos neste dia ao superar o Equador por 2 a 1, no mesmo palco. As colombianas acompanharam o Brasil e também já confirmaram presença nas semifinais da Copa América.

Com mais uma vitória, a Colômbia manteve o 100% de aproveitamento e se isolou na liderança do Grupo A, com nove pontos. O Paraguai e o Chile, que têm seis pontos, ainda estão na briga pela última vaga da chave para as semis. Enquanto isso, o Equador (três pontos) ainda sonha em disputar o quinto lugar. A zerada Bolívia encerrou a participação na competição.

Os destaques da 4ª rodada da Copa América Feminina

Esperanza Pizarro marcou duas vezes na 4ª rodada da Copa América Feminina.
Cravou! Esperanza Pizarro, do Uruguai, foi bem na 4ª rodada da Copa América Feminina. / Gabriel Aponte/GettyImages

A 4ª rodada da Copa América Feminina também contou com destaques individuais nas seleções. Com a camisa do Brasil, Debinha mostrou faro de gol, balançou a rede duas vezes e ainda levou perigo em outros lances contra a Venezuela. Vale destacar o segundo tento da camisa 9, que deu “caneta” na adversária e chutou sem chances de defesa. Golaço. Bia Zaneratto, com gol e assistência, também foi muito bem.

As uruguaias Esperanza Pizarro e Pamela González também brilharam nesta jornada da competição, com dois gols cada. A chilena Francisca Lara também anotou doblete nesta rodada da liga.

facebooktwitterreddit