Copa América Feminina

Brasil domina Venezuela, mantém 100% e se classifica na Copa América Feminina

Bia Palumbo
Debinha marcou dois na goleada sobre a Venezuela
Debinha marcou dois na goleada sobre a Venezuela / Gabriel Aponte/GettyImages
facebooktwitterreddit

Favorita ao título da Copa América Feminina, a Seleção Brasileira deixou para trás mais um adversário na fase de grupos, a Venezuela, com direito a goleada por 4 a 0 em Armênia (Colômbia).

Craque do jogo, Debinha marcou em dose dupla e tornou-se artilheira do torneio. Ary Borges e Bia Zaneratto também marcaram, resultado que garante a classificação para a semifinal.

Este jogo valia a liderança do grupo B e o Brasil de Pia Sundhage faz uma campanha impecável. São três vitórias consecutivas, liderança isolada (9 pontos, três a mais do que Venezuela e Argentina), melhor ataque (11 gols marcados) e defesa menos vazada (nenhum gol sofrido). Apenas a Colômbia, que está no topo do grupo A, também está invicta.

O próximo jogo das meninas é na quinta-feira (21) diante do Peru, em confronto que a técnica sueca pode aproveitar para observar jogadoras ou alternativas táticas, visto que a seleção canarinho apenas cumpre tabela neste que é o último confronto da primeira fase.

Além da taça e da premiação em dinheiro, a Copa América dá vaga nos Jogos Olímpicos de Paris 2024 e também na Copa do Mundo que acontece em 2023 na Austrália e Nova Zelândia.

facebooktwitterreddit