Fluminense

'Não me preocupo com o externo', diz Roger sobre pressão por troca de técnico no Fluminense

Fabio Utz
Treinador, no mínimo, balança no cargo
Treinador, no mínimo, balança no cargo / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

A pressão por uma troca de treinador no Fluminense só aumenta. Pois logo após a eliminação na Libertadores, Roger Machado foi taxativo: "Não me preocupo com o externo".

Fred Fluminense Eliminação Libertadores Barcelona
Fred marcou de pênalti no último lance, mas pouco adiantou / Pool/Getty Images

O técnico é apontado pela torcida como o responsável pelo mau rendimento da equipe e a consequente queda no torneio continental, com dois empates diante do Barcelona-EQU. Apesar da frase forte, ele tem noção do que representa este revés. "Eu me preocupo internamente em trabalhar e buscar soluções. Sabia que era o jogo mais importante do ano e as pressões externas são inerentes às expectativas em cima do que fizemos na Libertadores até esse momento e da história do clube", completou.

VEJA OUTRAS DECLARAÇÕES DO TREINADOR AINDA EM GUAYAQUIL

PRODUÇÃO DA EQUIPE: "Criamos o suficiente para vencer o adversário novamente. Esbarramos no goleiro, na precisão em alguns momentos, mas penso que fizemos um grande jogo."

O QUE FALTOU: "Nós tivemos duas, três oportunidades criadas com muita lucidez. Tivemos outras com bolas alçadas, variamos muito. Precisávamos de um gol e acho que produzimos para isso. Não fomos felizes para efetivar essas oportunidades em gol."

REAÇÃO JUNTO AO GRUPO: "Demonstrei meu orgulho aos atletas porque eles foram ao limite e brigaram até o último momento. Fizeram uma grande competição até as quartas de final."

O QUE FICA DO JOGO NO EQUADOR: "Fomos eliminados pelo conjunto dos dois jogos, e não exclusivamente por esse segundo."

Para mais notícias do Fluminense, clique aqui.

facebooktwitterreddit