Médicos temem surto de coronavírus em retomada do Campeonato Paulista

Bruno Henrique
Parte dos médicos dos clubes da elite paulista temem a volta do Paulistão. | Miguel Schincariol/Getty Images

Os médicos dos clubes da elite do futebol de São Paulo debateram, em videoconferência na última segunda-feira (20), com membros da Federação Paulista de Futebol (FPF) acerca da retomada do Paulistão 2020. Na reunião, alguns dos especialistas da área de saúde mostraram preocupações quanto ao “Protocolo de Operação do Jogo”.

Segundo informações do UOL Esporte, parte do grupo de médicos anseia que a pressa pela volta do estadual acabe gerando um surto do novo coronavírus entre os atletas, como aconteceu, por exemplo, na Chapecoense, que registrou 26 casos – somando jogadores, membros da comissão técnica e estafe – após a retomada do Campeonato Catarinense.  

An Empty Sao Paulo During the Coronavirus (COVID - 19) Pandemic
Corinthians e Palmeiras se enfrentam, na Arena, na noite desta quarta-feira (22), pela 11ª rodada do Paulistão. | Miguel Schincariol/Getty Images

Além de discutirem sobre os temores da volta do Paulistão, médicos e FPF também trataram da possibilidade de os jogadores que testaram positivo para o Covid-19 há mais de 14 dias entrarem em campo. Ou seja, quando, em tese, não há mais chances de transmissão do vírus. A ideia, no entanto, foi descartada após explicações do infectologista David Uip, chefe do Centro de Contingência do Coronavírus de SP.

O Campeonato Paulista volta na noite de hoje (22), com quatro partidas, incluindo Corinthians e Palmeiras e Santos e Santo André. Os outros quatro duelos de fechamento da 11ª rodada do estadual, que inclui o jogo entre São Paulo e Red Bull Bragantino, acontecem nesta quinta-feira (23).

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.