Matheus Jussa explica “honra tua cor” proferido a Luiz Adriano; veja nota

Antonio Mota
Matheus Jussa explica "honra tua cor, rapaz" dito ao atacante Luiz Adriano: "Natural".
Matheus Jussa explica "honra tua cor, rapaz" dito ao atacante Luiz Adriano: "Natural". / Alexandre Schneider/Getty Images
facebooktwitterreddit

O volante Matheus Jussa se manifestou, na manhã desta quinta-feira (3), sobre a discussão com o atacante Luiz Adriano no final do duelo entre Palmeiras e Internacional, no Allianz Parque, na noite de ontem (2), pela 7ª rodada do Brasileirão. Em nota, o camisa 25 comentou sobre o episódio e explicou o polêmico “Honra a tua cor, rapaz! Honra a tua cor” dito ao centroavante alviverde.

Após a repercussão da declaração, como informa o UOL Esporte, Jussa utilizou suas redes sociais para falar que o clima esquentou depois dele ter falado “O que foi, negrão?” ao atacante. Isto que, para o volante colorado, é “natural”. Veja abaixo a nota na íntegra:

Ver essa foto no Instagram

Nota de esclarecimento: Estou batalhando a anos para mostrar o meu trabalho e jamais entraria em um conflito para me promover!! No empate contra o palmeiras essa noite, houve uma tensão no jogo e no meio desse desentendimento comum, eu me referi a ele dizendo “ O que foi negrão ?“ (ONDE PRA MIM é natural), e ele questionou como se tivesse o ofendido. Então, pedi a ele que honrasse a nossa cor conforme foi aberto no áudio em que estou dizendo “ honre sua cor rapaz “. Com pesar afirmo que, ser negro não é uma ofensa, é orgulho! ✊? Ser chamado negrão por um companheiro em campo nunca foi uma ofensa e nunca será! Deixo claro que, em nenhum momento toda a situação ocorreu por conta do gol sofrido. Obrigado a todos os torcedores do Internacional pelo apoio.

Uma publicação compartilhada por Matheus Isaias (@matheusjussa) em

"Nota de esclarecimento: Estou batalhando a anos para mostrar o meu trabalho e jamais entraria em um conflito para me promover!!No empate contra o palmeiras essa noite, houve uma tensão no jogo e no meio desse desentendimento comum, eu me referi a ele dizendo “ O que foi negrão ?“ (ONDE PRA MIM é natural), e ele questionou como se tivesse o ofendido. Então, pedi a ele que honrasse a nossa cor conforme foi aberto no áudio em que estou dizendo “ honre sua cor rapaz “. Com pesar afirmo que, ser negro não é uma ofensa, é orgulho! ✊? Ser chamado negrão por um companheiro em campo nunca foi uma ofensa e nunca será! Deixo claro que, em nenhum momento toda a situação ocorreu por conta do gol sofrido. Obrigado a todos os torcedores do Internacional pelo apoio".

Até o momento, o centroavante Luiz Adriano não comentou sobre o acontecido.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit