Flamengo tem dois grandes goleiros, mas Hugo hoje é titular; Diego Alves também vai ser muito importante

Oct 29, 2020, 1:32 PM GMT-3
Hugo Souza
Hugo de Souza Nogueira: um gigante em ascensão. O Flamengo agradece. | Buda Mendes/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Flamengo venceu o Athletico Paranaense por 1 a 0, na Arena da Baixada, na noite da última quarta-feira (28), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, e largou na frente por uma vaga na próxima etapa do torneio mais democrático do país. E, como se tornou comum nos últimos dez jogos, Hugo de Souza Nogueira, o Neneca, foi o grande destaque da partida, com direito a pênalti defendido e algumas grandes defesas – ele garantiu o placar favorável para o Mais Querido.  

Gigante, o jovem goleiro mostra jogo a jogo que é diferente, que tem muita qualidade técnica e tática, agilidade, velocidade e principalmente personalidade. Em números: 10 partidas, nenhuma derrota (7 vitórias e 3 empates), 38 defesas, sendo 12 consideras difíceis, 83% das bolas defendidas, 1 pênalti agarrado, 3 partidas sem sofrer gol, 8 tentos tomados – dados SofaScore.

Mas e agora que Diego Alves voltou? Vai colocar o moleque no banco? Não. É hora de dar continuidade e pensar lá na frente. O arqueiro de 35 anos precisa “passar as luvas” para mais um craque que o Flamengo fez em casa.

Hugo Souza
Hugo é um grande goleiro, mas precisa melhorar com a bola nos pés. | Buda Mendes/Getty Images

Aos 21 anos, Hugo tem um futuro imenso pela frente, mas por que esperar, se ele pode começar a sua jornada agora. Ele tem potencial, muita capacidade e já mostrou que não “treme” em partidas mais pesadas, como a da Copa do Brasil. Claro, há muito o que se considerar e o garoto apenas deu os primeiros passos, mas cortá-lo agora não é o melhor. O Flamengo tem que abraçá-lo e aproveitar ao máximo de sua cria. Um gigante.  

Enquanto isso, Diego Alves deve ir trabalhando com ele e ensinando tudo que puder, sendo uma referência e fazendo o papel de um verdadeiro mentor: Neneca o tem como um verdadeiro exemplo a ser seguido. Portanto, não é hora para “brigas internas” e/ou confusões por algo natural. Hugo, hoje, tem mais condições de campo, inclusive físicas, de ajudar o Rubro-Negro a seguir conquistando títulos.

E, claro, vale notar que Hugo vai cometer erros, que precisa melhorar o jogo com os pés e que ainda é um garoto, mas que tem plena capacidade de se tornar um dos grandes goleiros do clube. É impressionante o que esse moleque agarra. E também que Diego Alves vai ser importante em cada um deste momentos.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit