Futebol brasileiro

Como foi e o que mudou na semana dos semifinalistas da Copa do Brasil: lesões, resultados e mais

Antonio Mota
Há novidade por todos os lados e muita expectativa ao redor de Flamengo, Athletico-PR, Fortaleza e Atlético-MG
Há novidade por todos os lados e muita expectativa ao redor de Flamengo, Athletico-PR, Fortaleza e Atlético-MG / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

Após exatamente uma semana, Flamengo, Athletico-PR, Fortaleza e Atlético-MG voltam a campo para disputar os jogos de volta das semifinais da Copa do Brasil. Do dia 20 até esta quarta-feira (27), os clubes entraram em campo pelo Campeonato Brasileiro, sofreram baixas inesperadas e movimentaram muito os noticiários esportivos do país. Mas, afinal, como foi e o que mudou nos últimos sete dias nos times que estão vivos no torneio mais democrático do país em 2021? Veja:


Flamengo e Athletico-PR

Bruno Henrique Flamengo ATHLETICO
Rubro-negros empataram em Curitiba e perderam no final de semana / Buda Mendes/GettyImages

Após o 2 a 2 na Arena da Baixada, Flamengo e Athletico-PR se reencontram no Maracanã. Quem vencer vai à final, enquanto outra igualdade leva o confronto para os pênaltis.

Mandante nesta noite, o Fla viveu muitas emoções na última semana: perdeu o Fla-Flu, chegando ao terceiro jogo sem vencer e também viu seus bastidores “pegarem fogo” com a lesão de Pedro e com a coletiva de imprensa do vice-presidente Marcos Braz sendo cancelada de última hora.

Dentro de campo também tem novidade: Diego Ribas ganhou espaço e tomou a vaga de Thiago Maia no meio. As boas notícias são os recuperados Bruno Henrique e Gabigol, que voltam a ser relacionados. David Luiz e Arrascaeta seguem aos cuidados do Departamento Médico.

O Athletico-PR também passeou por várias sensações nos últimos dias. Após ceder o empate no final do primeiro jogo da semi, o Furacão poupou seus principais titulares e foi atropelado pelo Fortaleza no Castelão - tomou um sonoro 3 a 0 e chegou ao quinto jogo consecutivo sem vencer na temporada.

Porém, com quase força máxima, o rubro-negro paranaense ganhou mais uma peça para o desafio no Rio: o meio-campista Christian, que volta após cumprir suspensão e pode ser aproveitado por Alberto Valentim. A tendência, porém, é que comece no banco.   


Atlético-MG e Fortaleza

Rever, Matheus Jussa Atlético-MG Fortaleza  Copa do Brasil
Atlético-MG e Fortaleza chegam empolgados ao derradeiro encontro na Copa do Brasil. / Pedro Vilela/GettyImages

O Atlético-MG não tomou conhecimento e goleou o Fortaleza por 4 a 0, no Mineirão. Agora, mesmo com um pé e meio na final, o Galo não quer saber de brincadeiras e vai à Arena Castelão buscando confirmar o favoritismo. O Leão, por sua vez, garante que o confronto não está resolvido.

Em relação aos times, o Atlético segue sem Mariano e Nathan Silva. E agora também não vai contar com Allan, suspenso, e Savarino, com dores no púbis.

Já com uma missão muito difícil após perder por 4 a 0, o Tricolor do Ceará ganhou novos problemas no triunfo por 3 a 0 diante do Athletico, no final de semana, quando se consolidou no G-4 do Brasileirão. Hoje, o clube não vai contar com Robson, Yago Pikachu e Lucas Crispim, que se machucaram contra o Furacão.

Além disso, o Fortaleza também segue sem Marcelo Benevenuto e Lucas Lima, que já atuaram no torneio por Botafogo e Palmeiras, respectivamente, nem Tinga.

facebooktwitterreddit