Champions League

UEFA investiga suspeitas de invasão ao vestiário e agressão física após eliminação do PSG na Champions League

Antonio Mota
PSG perdeu de virada para o Real Madrid e adiou sonho do inédito título europeu
PSG perdeu de virada para o Real Madrid e adiou sonho do inédito título europeu / RONNY HARTMANN/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Paris Saint-Germain perdeu para o Real Madrid por 3 a 1 e deu adeus à Champions League. Após o apito final na Espanha, o técnico Maurício Pochettino e membros da diretoria capitaneada pelo presidente Nasser Al-Khelaifi ficaram inconformados com o resultado e, segundo a imprensa espanhola, perderam a linha. O treinador deu fortes declarações, enquanto dirigentes do clube francês supostamente atacaram os responsáveis pela arbitragem da partida.

Pochettino falou em “sentimento de injustiça” após o desfecho do duelo no Bernabéu. O treinador ainda julgou ter sido falta em Donnarumma no lance do primeiro gol do Real Madrid e criticou o VAR. “Saímos decepcionados", frisou. Ainda nos bastidores, Al-Khelaifi foi mais explosivo e tentou invadir o vestiário da arbitragem, conforme informações do canal "Movistar Plus".

Leonardo, Mauricio Pochettino, Nasser Al-Khelaifi
UEFA pode punir cúpula do PSG por atos violentos no Santiago Bernabéu / Soccrates Images/GettyImages

O cartola do PSG, acompanhado pelo brasileiro Leonardo, que é o diretor esportivo do clube, ainda teria tentado atacar funcionários do Real Madrid e até feito ameaças de morte: “Eu vou te matar”, teria dito o mandatário, conforme a rádio “Cope”.

Segundo o jornal “Marca”, da Espanha, a UEFA não gostou do comportamento antidesportivo do dirigente e das declarações ríspidas do técnico após a eliminação do Paris Saint-Germain.  

Conforme as informações que circulam na imprensa espanhola, os delegados da entidade máxima do futebol da Europa solicitaram ao Real Madrid vídeos de Al-Khelaifi em áreas de acesso restrito, como os vestiários, e há chances de o cartola ser afastado de suas funções no clube. O treinador também corre o risco de pegar algumas partidas de 'gancho'. As eventuais punições serão definidas apenas após análise das imagens de câmeras de segurança.

Neymar brigou com Donnarumma? O que sabemos

Karim Benzema, Gianluigi Donnarumma
Lance entre Donnarumma e Benzema que resultou no gol de empate gera polêmica e discussão até agora / Gonzalo Arroyo Moreno/GettyImages

Ainda de acordo com jornalistas espanhóis, houve confusão entre os jogadores. O "Marca" relatou que Neymar e Donnarumma se estranharam e tiveram uma forte discussão. Segundo o jornal, o atacante e o goleiro fizeram cobranças um ao outro e, no fim, precisaram ser contidos pelos companheiros antes que o bate-boca evoluísse para uma agressão física.

O brasileiro foi às redes sociais para desmentir a notícia. O astro compartilhou uma captura de tela onde troca mensagens com o goleiro. O italiano classificou a publicação como algo "inaceitável" e o staff dele também negou, segundo o jornalista Julien Maynard, da emissora francesa TF1.

"Eu odeio vir aqui e falar sobre notícias... Mas essa do post anterior (nota do jornal Marca) é mentira. Não houve briga nenhuma dentro do vestiário!!! Jornalistas incompetentes que querem se promover, tenta a próxima, ok?", escreveu o camisa 10 do PSG no modo Stories do Instagram.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit