Champions League

Champions League: relembre a trajetória do Liverpool até a grande final contra o Real Madrid

Wéverton Rodrigues
O Liverpool despachou o Villarreal na semi para chegar à final da UCL
O Liverpool despachou o Villarreal na semi para chegar à final da UCL / Visionhaus/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Liverpool terá, neste sábado (28), no Stade de France, Saint-Denis, na França, a grande chance de se vingar do Real Madrid em uma final de UEFA Champions League. Tendo perdido na decisão de 2017/2018, o time de Jurgen Klopp poderá conquistar seu 7° título do torneio se conseguir superar o time comandado pelo experiente Carlo Ancelotti.

Dono de uma Premier League e de 19 títulos de ligas nacionais no total - contando com o antigo formato de disputa -, os Reds chegaram ao duelo de hoje como vice-campeões do Campeonato Inglês da atual temporada, depois de levar a decisão para a última rodada, chegando com chances reais de título. Como dependia do tropeço do Manchester City, o time do técnico alemão não obteve o triunfo esperado na competição. Em termos de conquistas, o clube ainda tem em sua galeria: um título do Mundial de Clubes, 3 títulos da Liga Europa e 4 títulos de Supercopa da UEFA. 


Fase de grupos: uma campanha irretocável 

FBL-EUR-C1-PORTO-LIVERPOOL
Liverpool amassou o Porto na fase de grupos / MIGUEL RIOPA/GettyImages

Vindo do Grupo B, onde também estavam Atlético de Madrid, Porto e Milan, o Liverpool acabou como primeiro colocado da chave após conquistar 18 pontos em 6 jogos disputados, ou seja, 100% de aproveitamento na primeira fase da competição. Destaque para o 5 a 1 diante do Porto na estreia do torneio, com direito a dois gols de Firmino, dois gols de Salah e um de Mané.

Além disso, o time teve vitórias sobre Atlético de Madrid (2x3 e 2x0), Milan (3x2 e 1x2) e novamente sobre o Porto, por 2 a 0, pelo jogo da volta, desta vez no Anfield. 


Oitavas de final: visitando a Itália e perda de invencibilidade 

Pela fase de oitavas de final do torneio, o Liverpool enfrentou a Inter de Milão nos dois jogos que decidiram um dos oito melhores times da temporada no Velho Continente. No primeiro jogo, em Milão, no San Siro, 2 a 0 para os visitantes, com direito a um gol do brasileiro Firmino. 

No jogo da volta, em Anfield, tudo parecia seguir no mesmo rumo quando, aos 61 minutos, Lautaro Martínez trouxe esperança para os italianos. No final das contas, porém, os Reds seguraram o placar e, apesar da classificação assegurada, tiveram a invencibilidade tirada pelos comandados de Simone Inzaghi. Quartas de final à vista! C'mon! 


Quartas de final: 6 a 4 no agregado

Credenciando-se à fase seguinte, os Reds tiveram pela frente um adversário português que, em primeira instância, foi um mandante pouco eficiente, mas, posteriormente, um visitante um tanto indigesto.

Dessa forma, com a missão de eliminar o Benfica do então técnico Jorge Jesus, o Liverpool de Klopp fez um 3 a 1 no Estádio da Luz e, no jogo da volta, pouco mais de uma semana mais tarde, acabou ficando num movimentado 3 a 3, com direito a dois gols do atacante brasileiro Firmino. 


Semifinal: obstáculo espanhol 

Nos dois últimos jogos que antecederam a grande final, o Liverpool enfrentou o Villarreal. No primeiro jogo, vitória dos Reds, no Anfield, por 2 a 0. Na volta, um susto: com o Villarreal fazendo dois gols na primeira etapa, o time de Klopp precisou de reinventar e buscar a remontada da equipe em busca da classificação.

Assim, aos 62 minutos de jogo, o brasileiro Fabinho diminuiu o placar e acendeu o time inglês no jogo. Luis Díaz, aos 67, e Sadio Mané, aos 74, decretaram a superioridade do time vermelho e a classificação para a grande decisão de Paris para enfrentar o Real Madrid, reeditando a final da temporada 2017/2018, oportunidade em que o time merengue levantou sua 13° do torneio.

facebooktwitterreddit