Futebol Internacional

6 destaques da vitoriosa campanha do Porto, que conquistou seu 30º título português

Nathália Almeida
Porto sagrou-se campeão português em plena Luz
Porto sagrou-se campeão português em plena Luz / Zed Jameson/MB Media/GettyImages
facebooktwitterreddit

Destronado na temporada passada pelo Sporting - clube que encerrou uma seca nacional que já durava duas décadas -, o Porto "virou a chave" rapidamente e não permitiu que o enredo de 2020/21 se repetisse em 2021/22. Dominante na Primeira Liga, o time do Dragão exerceu sua superioridade desde a rodada 1 do campeonato, atingindo seu objetivo maior, o título, com algumas jornadas de antecedência e em um cenário bastante especial: vencendo o Benfica em pleno Estádio da Luz.

Foi o 30º título português da história do Porto, que segue na perseguição ao rival encarnado, maior vencedor no país com 37 taças. A seguir, o 90min elenca os 6 maiores destaques da vitoriosa campanha portista.


7. Menção honrosa: Luís Díaz

Luis Diaz
Luis Díaz era o destaque do Porto até ser contratado pelo Liverpool / Quality Sport Images/GettyImages

Apesar de ser um dos três jogadores que deixou o Porto durante a janela de transferências de janeiro, Luis Díaz não poderia ficar de fora dessa lista de destaques. O ponta luso foi o grande nome da equipe do Dragão durante a primeira metade da temporada, contabilizando 14 gols e 5 assistências nos 18 jogos que disputou nesta edição da Primeira Liga. Craque!

6. Evanilson

Francisco Evanilson
Evanílson vem brilhando com a camisa portista / Quality Sport Images/GettyImages

Outro atacante que merece reverências nesta vitoriosa campanha portista é o brasileiro Evanilson. Ex-Fluminense, o jovem jogador mostrou muita personalidade e foi peça-chave para o clube do Dragão não se ressentir do adeus de Luis Díaz. Ao todo, foram 14 gols e 4 assistências em 29 partidas disputadas na Primeira Liga, números excelentes para quem chegou em solo europeu há menos de dois anos.

5. Vitinha

Vitor Ferreira 'Vitinha'
Vitinha fez um campeonato impecável / Quality Sport Images/GettyImages

Seus números em participações diretas para gols do Porto não são tão expressivos (dois gols e três assistências), mas Vitinha foi fundamental para fazer a bola rolar no meio-campo azul e branco. Exímio passador e especialista em desarmes/recuperações de posse de bola, o jovem volante foi o "motorzinho" da campanha vitoriosa de sua equipe.

4. Otávio

Otavio Edmilson da Silva Monteiro
Otávio faz uma das melhores temporadas de sua carreira / Quality Sport Images/GettyImages

Se Evanilson foi o "elemento-surpresa" da campanha portista, Otávio merece citação pela constância e regularidade em alto nível. Jogador cada vez mais nos planos de Fernando Santos para representar Portugal na Copa do Mundo, o meio-campista fez uma Primeira Liga especial com a camisa azul e branca, anotando três gols e 13 assistências em 31 jogos.

3. Fábio Vieira

Fabio Vieira
Fabio Vieira brilhou nas assistências na temporada / Quality Sport Images/GettyImages

Cria das categorias de base do Porto, o meia ofensivo de apenas 21 anos deu um belo "cartão de visitas", nesta temporada, para quem não conhecia seu futebol. Fábio Vieira participou diretamente de 19 gols da equipe do Dragão em 26 partidas disputadas na Primeira Liga, sendo seis tentos e 13 assistências. Viveu para consagrar os atacantes portistas neste ano.

2. Mehdi Taremi

Mehdi Taremi
Taremi foi o grande nome da campanha do Porto / Octavio Passos/GettyImages

Os números do centroavante iraniano falam por si só: 20 gols e 13 assistências em 31 partidas disputadas na Primeira Liga, média superior a uma participação direta para gol de sua equipe por jogo. Por isso, Mehdi Taremi é um forte candidato ao posto de melhor jogador do campeonato. Sua temporada de gala colaborou fortemente para que o Porto tivesse, com sobras, o melhor ataque do país.

1. Sérgio Conceição

SL Benfica v FC Porto - Liga Portugal Bwin
Sérgio Conceição brilhou na administração de seu plantel / Zed Jameson/MB Media/GettyImages

Sua equipe praticamente não teve adversários em solo português nesta temporada. Essa soberania se explica não só pela qualidade individual dos jogadores, mas pela solidez do trabalho de Sérgio Conceição, além de sua alta capacidade de gerenciamento de vestiário. Em ideias de jogo e em administração de atletas, o jovem comandante deu uma aula nesta temporada.

facebooktwitterreddit