Champions League

Champions League: por que Benzema deve ganhar a Bola de Ouro em caso de título

Lucas Humberto
Benzema foi o grande protagonista da temporada 2021/22
Benzema foi o grande protagonista da temporada 2021/22 / Gonzalo Arroyo Moreno/GettyImages
facebooktwitterreddit

Liverpool e Real Madrid não chegaram à decisão da Champions League por acaso. E nós nem estamos falando dos óbvios fatores esportivos, dos chaveamentos e da qualidade coletiva. A razão pela qual Reds e Blancos irão protagonizar o duelo mais importante do futebol europeu na temporada é ainda mais simples: Mohamed Salah e Karim Benzema.

Artilheiros dos respectivos clubes finalistas, os atacantes prometem levar o embate particular para os palcos do Teatro de Châtelet, em Paris. No dia 17 de outubro, a tradicional revista France Football irá premiar o mais brilhante dos jogadores da temporada 2021/22 com a Bola de Ouro. Se houver justiça no mundo, o icônico troféu ficará entre o egípcio e o francês.

Real Madrid Benzema Champions League Liverpool Mohamed Salah
Benzema durante treinamento visando a decisão da Champions League / Anadolu Agency/GettyImages

Levando em consideração apenas termos estatísticos, não há tanta disparidade assim. Benzema, em 45 partidas contabilizando todas as competições da temporada, foi às redes 44 vezes e entregou 15 assistências. Salah, em 50 compromissos contando os quatro torneios da campanha, alcançou a marca de 31 tentos e 16 assistências.

Vale ressaltar, no entanto, que o atacante dos Reds perdeu dois compromissos devido ao Campeonato Africano das Nações (CAN). Mas se há proximidade em números e ambos estarão decidindo a Orelhuda, o que faz de Benzema a escolha mais acertada para levar a cobiçada premiação individual? Contexto.

Para chegar à decisão, os merengues tiveram que conduzir não uma, mas três viradas históricas. Em todas, Karim brilhou. Contra o Paris Saint-Germain, nas oitavas, o hat-trick do camisa 9 garantiu a presença dos espanhóis na etapa seguinte. Diante do Chelsea, nas quartas, outro hat-trick na ida e mais um gol na volta. Na semifinal, contra o Manchester City, três tentos em dois embates.

Adicione tamanho brilhantismo por clubes ao desempenho goleador fundamental na Nations League. Enfrentando a Espanha na final, a Seleção Francesa contou com gol de Benzema e Mbappé para garantir a vitória de virada por 2 a 1. Salah, vice-campeão da CAN, ainda teve um chaveamento bem menos complexo ao longo do mata-mata da Champions. Não é uma decisão tão difícil assim.


Liverpool e Real Madrid se enfrentam neste sábado (28), às 16h de Brasília, no Stade de France, ao norte de Paris. Quem vencer leva mais uma Orelhuda para a sala de troféus.

facebooktwitterreddit