Corinthians

Solução caseira: por que não cogitar Arthur Elias como novo técnico do Corinthians?

Lucas Humberto
Arthur Elias tem coleção de títulos no comando do Corinthians feminino.
Arthur Elias tem coleção de títulos no comando do Corinthians feminino. / Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
facebooktwitterreddit

Depois do curtíssimo caso de amor com Renato Gaúcho ter sido encerrado, o Corinthians avança na busca pelo próximo treinador. De Diego Aguirre ao retorno de Fábio Carille, diversos nomes aparecem entre os principais desejos de torcedores e dirigentes, embora ainda não exista um plano B propriamente definido. Enquanto parte da Fiel volta seus olhos às badaladas opções no mercado, a 'prata da casa' segue polida e fazendo bonito no Brasileirão Feminino: Arthur Elias.

Mesmo com algumas mexidas de caráter questionável nos últimos jogos, o técnico já provou ter faro apurado nas contratações e conduziu o Timão numa temporada praticamente perfeita - a queda na Libertadores impede o uso da expressão 'campeão de tudo', mas não tira a glória da campanha. Pelo contrário, no comando do clube do Parque São Jorge desde 2016, Elias tem se mostrado um dos melhores treinadores da modalidade no Brasil.

Sua história no futebol feminino iniciou ainda em 2006, quando o profissional tinha somente 24 anos. A aposta arrojada deu resultados e, atualmente, ele conduz o atual líder do Brasileirão. Seu último 'golaço' aconteceu ainda nesta semana com a chegada da goleira suíço-brasileira Natascha Honegger. Bem adaptado ao Corinthians Feminino, pode ser que não seja de interesse do próprio profissional alçar voos diferentes na carreira, mas descartar qualquer tentativa caseira soa pretensioso demais ao momento do Timão. O nome de Arthur Elias, que, invariavelmente, vem acompanhando dos seus excelentes feitos, precisa, ao menos, ser considerado dentro do CT Joaquim Grava.

Andressa Cavalari Andressinha Corinthians Arthur Elias Libertadores
Andressinha em ação pelo Corinthians. / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit