Futebol brasileiro

Arrascaeta alcança marca expressiva pelo Flamengo e entra em grupo com Dudu e Luan – saiba mais

Antonio Mota
Um dos maiores artilheiros estrangeiros da história do Flamengo, Arrascaeta também é um dos principais garçons do Brasil desde 2015. Veja.
Um dos maiores artilheiros estrangeiros da história do Flamengo, Arrascaeta também é um dos principais garçons do Brasil desde 2015. Veja. / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

O meio-campista Giorgian de Arrascaeta alcançou uma marca importante pelo Flamengo no último final de semana, na vitória por 6 a 0 diante do Bangu, no Maracanã, pelo Campeonato Carioca. Com gol, o uruguaio se tornou um dos maiores artilheiros estrangeiros da história do clube. E, além do tento, o camisa 14 também atingiu outro feito expressivo por conta das duas assistências que deu na partida.

De acordo com dados do “ge”, Arrascaeta chegou ao passe para gol de número 51 no Fla contra o Bangu e, com isso, entrou para o seleto grupo de jogadores com ao menos 50 assistências por um mesmo clube da elite do futebol do Brasil desde 2015. O meia foi o terceiro a alcançar tal feito. Dudu, do Palmeiras, e Luan, ex-Grêmio e hoje no Corinthians, também ostentam essa marca.

Arrascaeta Flamengo
Arrascaeta vive um momento espetacular no Flamengo. / Buda Mendes/GettyImages

Ídolo no Allianz Parque, Dudu é o líder isolado do ranking dos “garçons” no país, tendo dado 80 passes para gol no Palmeiras de 2015 até hoje. Luan vem logo atrás, com um total de 56 assistências pelo Grêmio. O ex-meia do Tricolor Gaúcho, hoje no Timão, deve ser ultrapassado em breve por Arrascaeta e também por outro meia-atacante do Fla.

Além do camisa 14, Everton Ribeiro também deve alcançar em breve a marca das 50 assistências pelo Flamengo. Por ora, o medalhão tem 46 passes para gol no clube. Fagner, do Corinthians, é outro candidato a entrar para o grupo, uma vez que acumula 47 passes para gol pela equipe alvinegra no período citado – de 2015 até o momento.

Vale destacar outros dois jogadores que “bateram na trava” e por pouco não entraram para o time dos atletas com ao menos 50 assistências por uma mesma equipe da elite do país, casos de Nikão, ex-Athletico-PR, e Cazares, ex-Atlético-MG. O primeiro deu 49 passes para gol no Furacão, enquanto o segundo contribuiu com 45 assistências no Galo.  

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit