7 clubes que dificilmente estariam no radar se não tivessem sido comprados

Antonio Mota
Do Shakhtar Donetsk ao Newcastle United: veja clubes que mudaram de patamar após serem comprados por magnatas.
Do Shakhtar Donetsk ao Newcastle United: veja clubes que mudaram de patamar após serem comprados por magnatas. / Soccrates Images/GettyImages
facebooktwitterreddit

Embora tenha quase 130 anos de história e tradição na Inglaterra, o Newcastle United adormeceu nas últimas décadas e não conseguiu se estabelecer como uma grande força na era moderna do esporte. O panorama, porém, mudou semanas atrás quando o clube foi comprado pelo Fundo de Investimento Público (PIF) da Arábia Saudita.

Agora, com muito (muito!) dinheiro nos cofres, os Magpies saltaram aos olhos do mundo e reapareceram para o futebol mundial. A seguir, veja 7 clubes que, assim como o Newcastle, dificilmente estariam no radar se não tivessem sido comprados.

1. Newcastle United

Newcastle United Premier League
O Newcastle United é cotado para "explodir" nos próximos anos. / Justin Setterfield/GettyImages

Recém-adquirido pelo polêmico Mohammed bin Salman, o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, o Newcastle United ainda não conseguiu fazer “nada” com o dinheiro do seu mais novo mandatário, mas o fato é que o clube já reapareceu no radar do esporte. Os Magpies há muitos anos não apareciam tanto nos noticiários como agora.

Antes mero coadjuvante, o clube do St. James' Park agora é apontado como futuro protagonista no mundo da bola. É uma história para se ficar de olho.

2. Chelsea

Chelsea
O Chelsea se transformou desde que foi comprado no começo do século. / Jamie McDonald/GettyImages

O Chelsea foi fundado no começo do século passado e demorou para se firmar na Inglaterra, tendo conquistado o seu primeiro título apenas em 1954/55. Já no século XXI, em 2003, tudo mudou: os Blues foram vendidos por Ken Bates – britânico que era dono do time desde os anos 1980 – para o bilionário russo Roman Abramovich e mudaram de patamar.

Com muito mais dinheiro, o clube de Stamford Bridge multiplicou seus títulos e até conseguiu conquistar duas Champions League. Uma na temporada passada e outra no começo da década passada (2011/12).

3. Manchester City

Vincent Kompany, Sergio Aguero Manchester City
O Manchester City também se desenvolveu com dinheiro do Mundo Árabe. / Michael Regan/GettyImages

Fundado em 1894, o Manchester City rodou por algumas mãos nos anos 2000. Em 2007, o clube foi comprado pelo tailandês Thaksin Shinawatra e conseguiu uma bela quantia em dinheiro, mas logo o projeto foi por água abaixo, com o polêmico cartola precisando até pedir empréstimos. Assim, o City foi negociado mais uma vez e passou para os cuidados do Abu Dhabi United Group, em 2008. E aí sim o mundo azul se transformou...

Com o mais novo parceiro, o time citizen deixou nomes menos badalados para trás e foi ao mercado buscando figuras de peso, como Robinho, Tévez e Patrick Vieira. De lá para cá, os Sky Blues se firmaram no futebol, passaram a conquistar títulos e até a brigar no âmbito continental.

4. Paris Saint-Germain

Lionel Messi, Neymar, Kylian Mbappe PSG
O PSG é uma das potências da Europa na atualidade. / Matthias Hangst/GettyImages

O Paris Saint-Germain é um time relativamente novo, tem apenas 51 anos, e até já viveu bons momentos antes de ter o ‘apoio’ do cartola Nasser Al-Khelaifi, mas a verdade é que o clube não estaria tão bem sem os bilhões do magnata catariano.

De 2011 – ano em que Al-Khelaifi comprou o clube – para cá, o PSG deixou de ser figurante para ser protagonista e tomou conta da França. Multicampeão, o time do Parque dos Príncipes busca agora se tornar campeão europeu.

5. Shakhtar Donetsk

Ismaily Shakhtar Donetsk
O Shakhtar Donetsk se tornou 'campeão' desde que recebeu muito investimento de bilionário da Ucrânia. / Joosep Martinson/GettyImages

Embora tenha apenas uma Copa da UEFA, o Shakhtar Donetsk superou os horizontes da Ucrânia e se tornou um time mundialmente conhecido nas últimas décadas. E muito por conta dos investimentos do bilionário Rinat Akhmetov. Com o novo mandatário, o clube se transformou, passou a brigar por títulos e até se tornou uma camisa comum na Champions League, com direito a muitos brasileiros passando por lá.

Vale frisar que todos os títulos mais importantes do clube foram conquistados na “era Akhmetov”, incluindo o torneio europeu e todos os Campeonatos Ucranianos (13) de sua história.

6. Red Bull Bragantino

Bragantino Red bull Tomas Cuello
O Bragantino voltou ao radar da América do Sul após se unir à Red Bull. / Pool/GettyImages

A Red Bull e o Bragantino se uniram há mais de dois anos, em 2019, e obtiveram muito sucesso desde então. De lá para cá, a Massa Bruta voltou a aparecer nos holofotes do esporte na América do Sul e também a conquistar títulos, como a Série B daquele ano. E, claro, voltou à elite do futebol nacional e hoje é finalista da Conmebol Sul-Americana.

Mais um clube a renascer após receber muito dinheiro...

7. RB Leipzig

RB Leipzig  Amadou Haidara, Dani Olmo, Marcel Sabitzer
O RB Leipzig é temido na atualidade. / Stuart Franklin/GettyImages

O RB Leipzig é o clube mais novo da lista. Em 2009, a Red Bull decidiu entrar no futebol da Alemanha e assim comprou o SSV Markranstädt, pequeno time da Saxônia, que jogava a 5ª Divisão do país. E daí surgiu o mais novo grande odiado do esporte no país.

Com o apoio da Red Bull, o clube foi promovido rapidamente no futebol local e logo começou a aparecer na Champions League, tendo até chegado em uma semifinal no ano passado.

facebooktwitterreddit