Listas

6 atacantes históricos que já defenderam Inter de Milão e Milan, rivais nas semis da Copa da Itália

Antonio Mota
Ronaldo se tornou “Fenômeno” na Itália, onde defendeu Inter de Milão e Milan.
Ronaldo se tornou “Fenômeno” na Itália, onde defendeu Inter de Milão e Milan. / Claudio Villa/GettyImages
facebooktwitterreddit

O atacante Zlatan Ibrahimović não vai poder participar do Derby de Milão da tarde desta terça-feira, 19. Com problemas físicos, o lendário camisa 11 vai desfalcar o Milan no confronto diante da Inter de Milão, seu ex-clube, no San Siro, pelo segundo e último jogo das semifinais da Copa da Itália 2021/22. É uma ausência de peso para o histórico e decisivo clássico entre os arquirrivais da Serie A Italiana.

Fora de combate, para tristeza dos fãs, Ibra vai assistir das arquibancadas ao confronto entre os dois times que tanto defendeu ao longo da carreira. A seguir, veja 6 atacantes históricos, incluindo o sueco, que já defenderam Inter de Milão e Milan.

1. Ronaldo

Ronaldo Nazario Milan Inter de Milão Futebol Copa Itália
Ronaldo defendeu o Milan no final dos anos 2000. / Claudio Villa/GettyImages

Um dos maiores atacantes da história do esporte, Ronaldo ganhou o apelido de “Fenômeno” na Itália, onde viveu grandes momentos e encantou o planeta com a Inter de Milão. O craque defendeu a Inter por cinco temporadas e brilhou: foram 59 gols em 99 jogos – além de lesão terrível no joelho.

Anos depois, entre 2006 e 2008, o camisa 9 “pulou o muro” e assinou com o Milan, onde disputou 20 partidas e marcou nove tentos.

2. Zlatan Ibrahimović

Zlatan Ibrahimovic Milan Inter de Milão Futebol Copa Itália
Ibrahimović defende o Milan na atualidade, mas já passou pela Internazionale. / Jonathan Moscrop/GettyImages

Zlatan Ibrahimović é uma lenda viva do jogo. Aos 40 anos, o egocêntrico medalhão acumula passagens por várias das maiores equipes do planeta, incluindo pelas três maiores da Itália: Juventus, Inter de Milão e Milan – seu clube atual. O atacante, aliás, tem ótimos números com as três camisas.

3. Antonio Cassano

Antonio Cassano Milan Inter de Milão Futebol Copa Itália
Cassano foi um dos 'bad boys' da era moderna do jogo na Itália. / Marco Luzzani/GettyImages

Antonio Cassano se notabilizou por ter mais talento do que juízo. Dono de grande potencial e muita técnica, o atacante se envolveu em várias “cassanatas” ao longo da carreira, mas também mostrou ser muito qualificado. Um bad boy dos velhos tempos do jogo.

Há quem diga que o Fantantonio, que também defendeu o Real Madrid, poderia ter ido muito mais longe dentro das quatro linhas...

4. Giuseppe Meazza

Giuseppe Meazza San Siro Milan Internazionale
Giuseppe Meazza é uma lenda na Itália. / -/GettyImages

O eterno Giuseppe Meazza (1910-1979) foi um dos grandes personagens da história do futebol da Itália. Bicampeão da Copa do Mundo na década de 1930, o craque italiano jogava muita bola e não à toa deu nome ao maior estádio do país. Uma lenda.

E mais, o atacante defendeu os três maiores clubes da sua terra natal – Juventus, Inter de Milão e Milan. O maior sucesso, porém, foi com o uniforme da Inter.

5. Hernán Crespo

Hernán Crespo Milan Inter de Milão Futebol Copa Itália
Crespo viveu grandes momentos na Europa. / PATRICK HERTZOG/GettyImages

Formado no River Plate, Hernán Crespo construiu praticamente toda a carreira na Itália, onde defendeu Parma, Lazio, Inter de Milão, Milan e Genoa. O atacante, que também atuou pelo Chelsea, da Inglaterra, foi muito bem na Terra da Bota, sobretudo no Parma e na Internazionale.

O ex-treinador do São Paulo é bem visto até hoje no solo italiano.

6. Roberto Baggio

Roberto Baggio  Milan Inter de Milão Futebol Copa Itália
Roberto Baggio marcou época no futebol mundial. / Etsuo Hara/GettyImages

Embora tenha ficado “marcado” no Brasil pelo pênalti perdido na Copa do Mundo de 1994, Roberto Baggio não se resume ao fatídico lance que acabou com os sonhos da Azurra. O atacante brilhou muito dentro das quatro linhas e é uma grande referência em seu país natal.

O craque atuou durante toda a vida na Itália e lá se destacou pelos três principais escudos do país. O atacante, porém, só conquistou títulos na Juve e no Milan. A Inter ficou de fora da mochila de conquistas do Melhor do Mundo e Bola de Ouro de 1993.

facebooktwitterreddit