Futebol Internacional

5 seleções que buscam seu primeiro título de Copa Africana de Nações

Daniel Farias
Atacante do Liverpool, Mané é uma das esperanças da Seleção de Senegal, uma das favoritas ao título
Atacante do Liverpool, Mané é uma das esperanças da Seleção de Senegal, uma das favoritas ao título / FABRICE COFFRINI/GettyImages
facebooktwitterreddit

Começa neste domingo (9) mais uma edição da Copa Africana de Nações. Às 13h (de Brasília), Camarões e Burkina Faso entram em campo para disputar a partida de abertura da competição. Nos gramados, teremos muitas seleções que tradicionalmente se destacam no torneio, como Egito, Camarões, Costa do Marfim e Argélia. Entretanto, também será a oportunidade de prestigiar nações pouco renomadas em termos de títulos no futebol africano.

1. Senegal

Sadio Mane, Idrissa Gana Gueye
Seleção de Mané foi uma das representantes da África na Copa do Mundo da Rússia de 2018 / Ryan Pierse/GettyImages

Os Leões da Teranga já bateram na trave na Copa Africana de Nações duas vezes - terminou em segundo lugar em 2002 e em 2019. Além disso, ficou três vezes na quarta colocação (1965, 1990 e 2006). Com nomes como Edouard Mendy, Koulibaly, Gana Gueye e Sadio Mané, Senegal chega forte para esta edição do torneio. Zimbábue, Guiné e Malauí são os adversários na fase de grupos.

2. Mali

Wonlo Coulibaly, Adama Traore
Grupo de Mali reúne Tunísia, Gâmbia e Mauritânia / Visionhaus/GettyImages

Mali soma, até o momento, um vice-campeonato, duas edições em terceiro lugar e três em quarto lugar. A equipe, portanto, chegou perto do título em diversas oportunidades, mas nunca ocupou o lugar mais alto do pódio da competição. Será que o grande momento enfim chegou?

3. Burkina Faso

FBL-AFR-2017-MATCH31-BUR-GHA
Burkina Faso foi terceiro colocado na edição de 2017 / STEVE JORDAN/GettyImages

Seleção conhecida como Os Garanhões passou a se destacar mais neste século XXI - terminou em 2º lugar em 2013 e em 3º em 2017, além de uma vez na 4º colocação, em 1998. Não é considerada uma das favoritas, mas pode surpreender. A anfitriã Camarões, Cabo Verde e Etiópia são as integrantes da chave deles.

4. Guiné

Baghdad Bounedjah, Ernest Seka
Seleção da Guiné tem Malauí, Senegal e Zimbábue como rivais no grupo / Visionhaus/GettyImages

Guiné não é uma seleção muito tradicional e a prova disso é sua ausência nas primeiras colocações das últimas edições do torneio. O auge foi em 1976 e a equipe pretende repetir o sucesso de países como Tunísia e Zâmbia, que surpreenderam em edições anteriores.

5. Guiné Equatorial

FBL-AFR-CAN2017-MALI-GEQ
Costa do Marfim, Argélia e Serra Leoa: o caminho do país da África Ocidental nesta primeira fase / HABIBOU KOUYATE/GettyImages

Seleção conhecida por ter brasileiros naturalizados disputando jogos oficiais de Eliminatórias para a Copa do Mundo jamais chegou à final e corre por fora. O técnico Juan Micha Obiang nasceu no país e convocou atletas que atuam em clubes da Espanha, Grécia e Portugal.

facebooktwitterreddit