Listas

5 grandes promessas do futebol que estagnaram e não alcançaram o nível esperado

Antonio Mota
Multicampeão dentro e fora da Espanha, Isco não entregou tudo o que se era esperado dele no Real Madrid.
Multicampeão dentro e fora da Espanha, Isco não entregou tudo o que se era esperado dele no Real Madrid. / OSCAR DEL POZO/GettyImages
facebooktwitterreddit

Pouco tempo após conquistar mais uma UEFA Champions League, o meio-campista Isco anunciou em redes sociais, na manhã desta segunda, 30, que não vai continuar no Real Madrid na próxima temporada. Aos 30 anos, o camisa 22 não teve o vínculo renovado e, por isso, vai precisar seguir a carreira longe do Santiago Bernabéu, onde alçou voos altos, conseguiu holofotes e foi apontado como uma das grandes promessas do futebol mundial.   

Golden Boy 2012, o meia surgiu na Espanha como candidato a fenômeno, mas a verdade é que nunca alcançou o nível projetado, seja por clubes ou seleção, e, pensando nisso, o 90min decidiu listar 5 grandes promessas do futebol que estagnaram e não alcançaram o nível esperado.

1. Isco - Real Madrid

Isco Alarcon Real Madrid
Isco se torna cada vez mais coadjuvante no Real Madrid. / Angel Martinez/GettyImages

Isco atuou por Valencia e Málaga antes de chegar ao Real Madrid, em 2013, já com o título de Golden Boy – ou seja, melhor Sub-21 da Europa. À época, o meio-campista era muito bem visto no país e no mundo e aparecia com status de futuro craque. O meia, porém, jamais alcançou o patamar vislumbrado para ele.

Nos últimos anos, o camisa 22 até viveu bons momentos na capital da Espanha, mas nada constante ou acima do projetado.

2. Bojan Krkić - Vissel Kobe

Vissel Kobe Bojan Krkić Barcelona
Bojan Krkić enfrentou sérios problemas ao longo da carreira. / Supakit Wisetanuphong/MB Media/GettyImages

Bojan Krkić foi um dos tantos jovens a ser chamado de “novo Messi” anos atrás. Cria do Barcelona, o atacante foi promovido ao profissional como um dos maiores goleadores da história da base da equipe e deu uma resposta imediata no time principal, chamando atenção e quebrando recordes.

Sua sequência, porém, não foi boa. Após cair de produção, Bojan ainda passou por Roma, Milan e Ajax, mas depois despareceu. Hoje, aos 31 anos, ele defende o Vissel Kobe, do Japão.

3. Renato Sanches - Lille

Renato Sanches Lille Barcelona
Renato Sanches até viveu grandes momentos nos últimos anos. / Sylvain Lefevre/GettyImages

Renato Sanches surgiu no Benfica e antes mesmo de chegar ao profissional já despertava a atenção de grandes forças da Europa. Em alta em Portugal, o meio-campista se transferiu para o Bayern de Munique, em 2016, onde a expectativa era de encaixe e explosão em pouco tempo. A realidade, porém, foi outra, com o volante encontrando dificuldades e entregando muito menos do que o esperado.

Hoje, apesar dos bons momentos na França, o meia atua no modesto Lille.

4. Ricardo Quaresma

Portugal Ricardo Quaresma
Ricardo Quaresma sempre teve muita moral em Portugal. / Octavio Passos/GettyImages

Grande amigo e compatriota de Cristiano Ronaldo, Quaresma construiu uma carreira repleta de lances plásticos, dribles, golaços e polêmicas dentro e fora das quatro linhas. Aos 38 anos, o “Rei da Trivela” teve curtos momentos de genialidade, mas certamente entregou menos do que o esperado, tanto que não aproveitou as chances no Barcelona, na Inter de Milão e em outros grandes clubes. Um talento que se perdeu no esporte.

5. Jesé Rodríguez - Las Palmas

Jese Rodriguez Real madrid Las palmas
Jesé não vingou como o projetado. / Quality Sport Images/GettyImages

Jesé Rodriguez jamais alcançou o patamar que todos projetavam para ele. Formado no Real Madrid, o atacante encantou no Santiago Bernabéu na juventude e foi apontado como extraclasse, mas acabou não emplacando no profissional. Após sair da Espanha, o futebolista ainda passou pelo Paris Saint-Germain, mas sem sucesso. Aos 29 anos, ele atua no singelo Las Palmas.

facebooktwitterreddit