Futebol brasileiro

5 eliminações do Cruzeiro no Mineirão nos últimos 10 anos

Wéverton Rodrigues
Cruzeiro perdeu diante de sua torcida nas oitavas da Copa do Brasil 2022, mas mesmo assim saiu de campo aplaudido
Cruzeiro perdeu diante de sua torcida nas oitavas da Copa do Brasil 2022, mas mesmo assim saiu de campo aplaudido / Pedro Vilela/GettyImages
facebooktwitterreddit

Apesar de viver grande fase na Série B do Brasileirão, o Cruzeiro não foi páreo para o Fluminense na nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2022. Após perder no Maracanã por 2 a 1, a Raposa precisava devolver a diferença de um gol no placar ou ganhar por dois gols para ficar com a vaga nas quartas do torneio. Mas com o segundo tempo perfeito, o time comandado pelo técnico Fernando Diniz dominou os comandados de Pezzolano e fez 3 a 0, minando as chances do hexacampeão da competição mais democrática do Brasil de seguir em busca do título nacional. 

Pensando nisso, listamos alguns jogos decisivos no Mineirão que o torcedor cruzeirense não esquecerá jamais.

1. Athletico-PR (2012)

Wellington Paulista
Wellington Paulista atuava pelo Cruzeiro em 2012 / Mike Stobe/GettyImages

Há 10 anos, a Raposa era eliminada pelo Furacão, também nas oitavas de final da Copa do Brasil. No jogo de ida, deu Rubro-Negro: 1 a 0. Na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, pelo jogo da volta, nova vitória do time paranaense: 2 a 1.

2. San Lorenzo (2014)

Cruzeiro v San Lorenzo - Copa Bridgestone Libertadores 2014 Quarter Final
Cruzeiro caiu para o San Lorenzo na Libertadores de 2014 / Pedro Vilela/GettyImages

Os jogos diante do San Lorenzo pelas quartas de final da Libertadores daquele ano não saem da cabeça do torcedor celeste. Isso porque depois de perder por 1 a 0 no jogo da ida, a Raposa decidiria no Mineirão a classificação para as semifinais do torneio. Mas logo aos 10 minutos, Ignacio Piatti tratou de colocar água no chopp do torcedor em Belo Horizonte e tornou a missão ainda mais difícil. Bruno Rodrigo até descontou aos 71 minutos de jogo, mas não foi o suficiente para evitar mais um fracasso azul em terras brasileiras.

3. River Plate (2015)

Téo Gutierrez, atacante do River Plate em 2015
Téo Gutierrez foi carrasco do Cruzeiro em 2015 / DOUGLAS MAGNO/GettyImages

Quando enfrentou o River nas quartas de final da Libertadores de 2015, o time mineiro deu muita pinta de que conseguiria se tornar um dos quatro principais times da América daquele ano. Jogando no Monumental de Nuñez, a Raposa surpreendeu os argentinos com vitória por 1 a 0, com gol marcado por Marco Antonio. O jogo da volta, no Mineirão, tinha tudo para ser sinônimo de triunfo para os mineiros. Mas aos 20 minutos de jogo, Sánchez abriu o placar da partida de volta e, aos 45, Jonatan Maidana colocou o 2 a 0 no placar, destruindo a vantagem do time mineiro construída fora de casa. No segundo tempo, o gol de Teo Gutiérrez colocou números finais à partida, contabilizando mais um fracasso azul em pleno Estádio Governador Magalhães Pinto.

4. Palmeiras (2015)

Dudu, Edilson
Palmeiras eliminou o Cruzeiro em BH / Alexandre Schneider/GettyImages

Assim como aconteceu diante do Fluminense, o Cruzeiro caiu nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2018, tendo o Palmeiras como adversário. No primeiro jogo, o Verdão venceu por 2 a 1 no Allianz Parque, com gols de Cleiton Xavier e Rafael Marques, para o mandantes, e Leandro Damião diminuiu. Na volta, o Mineirão mais uma vez presenciou um fracasso da Raposa: com gols de Lucas Barrios e Gabriel Jesus, o time paulista colocou ponto final na história do time mineiro naquela edição com um 3 a 2 no placar - Vinicius Araújo e Alisson ainda descontariam para os donos da casa.

5. Boca Juniors (2018)

FBL-LIBERTADORES-CRUZEIRO-BOCA
Boca elimina Cruzeiro em pleno Mineirão / DOUGLAS MAGNO/GettyImages

A missão de 2018, curiosamente também nas quartas de final da Libertadores, foi ainda mais difícil de assimilar. Isso porque o adversário da vez era o poderoso Boca Juniors. O primeiro jogo, na Bombonera, fez o time argentino abrir vantagem de 2 a 0 sobre o time brasileiro, dificultando o jogo da volta, no Mineirão. O gol de Luis Ricardo aos 58 minutos deu esperança ao torcedor que foi ao estádio empurrar o time, mas Pavón, recém-contratado pelo Atlético-MG, fez o gol que minou as chances da Raposa no jogo. Cruzeiro eliminado.

facebooktwitterreddit