Brasileirao Série A

Willian Bigode decide, Goiás e Fluminense fazem jogo com duas viradas e polêmica de arbitragem

Bia Palumbo
Fluminense venceu sete dos últimos nove jogos na temporada
Fluminense venceu sete dos últimos nove jogos na temporada / JORGE BERNAL/GettyImages
facebooktwitterreddit

Aniversariante da semana, o Fluminense ampliou a invencibilidade na temporada ao engatar a sétima vitória em nove jogos nesta quarta-feira (20), quando bateu o Goiás por 3 a 2 em Goiânia, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. E além dos três pontos e da sequência positiva, a torcida tricolor ganha motivos de sobra para comemorar, visto que o resultado garante a presença no G-4 ao final do primeiro turno e o argentino Germán Cano se isolou ainda mais na artilharia chegando a 12 gols, três acima de Calleri e Pedro Raul, que têm nove cada.

Os times começaram a todo vapor, tanto que logo no primeiro minuto o zagueiro Nino cabeceou e obrigou Tadeu a espalmar para escanteio. Quando estava 0 a 0 o Esmeraldino pediu pênalti de Samuel Xavier, mas a arbitragem nada marcou. Jhon Arias colocou os visitantes na frente ainda no primeiro tempo, ao concluir um passe enfiado por Ganso, porém Pedro Raul deixou tudo igual minutos depois.

A equipe goiana chegou a virar o jogo com Nicolas, que entrou no decorrer da partida, mas o Tricolor das Laranjeiras conseguiu reagir marcando dois gols em dois minutos, sendo um gol Germán Cano e outro com Willian Bigode, que não balançava a rede há quase dois meses, desde o fim de maio.

A classificação de ambos vai depender do complemento da rodada, mas fato é que os cariocas continuam no G-4 e os goianos ficarão na zona intermediária da tabela, mas sem chance de cair para o Z-4.

Goiás e Fluminense voltam a campo no final de semana, sendo que o time de Jair Ventura visita o São Paulo sábado (23) no Morumbi, enquanto o clube carioca recebe o Red Bull Bragantino no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no domingo (24).

facebooktwitterreddit