Futebol brasileiro

Weverton alfineta Hernanes, que cravou título do São Paulo após jogo de ida: 'Futebol é no campo'

Nathália Almeida
Palmeiras conquistou o Paulistão com atuação histórica no Allianz
Palmeiras conquistou o Paulistão com atuação histórica no Allianz / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Derrotados por 3 a 1 no jogo de ida no Morumbi, jogadores e torcedores do Palmeiras conviveram, nos últimos dias, com algumas provocações "apressadas" por parte de são-paulinos empolgados com o que viram nos primeiros 90 minutos da decisão do Campeonato Paulista. Neste domingo (3), no entanto, a bola provou que as comemorações antes da hora podem ser muito nocivas: dominante, o Verdão aplicou 4 a 0 sobre o São Paulo, com direito a uma atuação memorável no Allianz Parque, placar que deu ao time de Abel Ferreira o seu 24° título estadual.

Um dos episódios que mais marcou e serviu de combustível para o time alviverde durante a semana foi a festa precipitada de Hernanes, ex-jogador do São Paulo, após a vitória tricolor no Morumbi. O experiente meio-campista utilizou uma de suas redes sociais para parabenizar os jogadores e Ceni pela conquista do título, antes mesmo da realização do segundo jogo: "Caraca, coisa linda. É tricolor nessa piiiiiii. Parabéns pelo Bi paulista ao São Paulo, todos atletas e funcionários. Bom demais ver o Rogério Ceni ganhando com o Tricolor", escreveu.

Ao final da partida no Allianz, diversos torcedores do Palmeiras provocaram e tiraram sarro de Hernanes. Até mesmo o goleiro Weverton, conhecido por seu temperamento tranquilo, fez questão de mandar um recado ao ex-rival em entrevista pós-jogo:

"Alô, Hernanes! Querido... Eu não sou de mandar recado para ninguém. Você, jogador de futebol, sabe que tudo se resolve dentro de campo, não fora dele."

Weverton, em entrevista pós-jogo

Scarpa e Zé Rafael alfinetam torcida adversária

Gustavo Scarpa
Scarpa mandou recado à torcida são-paulina / Matthew Ashton - AMA/GettyImages

Em entrevista pós-jogo, Gustavo Scarpa também mandou o seu recado, este direcionado ao torcedor do São Paulo que esteve no Morumbi: "Duas coisas chamaram a atenção... A soberba deles no jogo de ida. Começaram a cantar "mais um, mais um". E a tranquilidade da nossa equipe no dia seguinte. Sabemos a nossa qualidade", afirmou.

Autor de um dos gols da final, Zé Rafael foi na mesma linha e lembrou que a torcida do Flamengo teve comportamento semelhante na final da Libertadores: "Não só a torcida do São Paulo. A do Flamengo fez na Libertadores. E isso não dá para fazer no futebol, ainda mais com uma equipe como a nossa, competitiva e vencedora. Não dá para cantar vitória antes da hora. Os caras vão ter pesadelos com a gente hoje", disse.

Aparentemente, foram muitas as motivações extras que levaram o Palmeiras à remontada na decisão...

facebooktwitterreddit