Internacional - Contratações

Volta para casa, fome de título e impressões sobre Medina: o que disse D'Alessandro em sua reapresentação no Inter

Fabio Utz
Meia argentino irá encerrar a carreira após o Gauchão de 2022
Meia argentino irá encerrar a carreira após o Gauchão de 2022 / Pool/GettyImages
facebooktwitterreddit

Quatro meses. E apenas quatro meses. Se havia alguma expectativa de que D'Alessandro pudesse deixar alguma porta aberta para esticar um pouco mais sua carreira, ele não o fez. Nesta quinta-feira, quando foi reapresentado como jogador do Inter até 30 de abril e recebeu de volta a camisa 10, o argentino deixou claro que o Campeonato Gaúcho será a última competição de sua trajetória profissional. Veja, abaixo, os principais trechos de sua entrevista coletiva.

VONTADE DE VOLTAR AO INTER

“Não poderia encerrar a carreira que não no Inter. Estou muito orgulhoso e feliz de voltar ao clube. Estou de volta à minha casa.

EXPECTATIVA

“Para mim será igual ao primeiro Gauchão que joguei em 2009. Com Taison e outros daquela época. Volto zerado e preciso ganhar. Não tem outro caminho no futebol”, fala o novo e eterno camisa 10 colorado."

MOMENTO PROFISSIONAL

"Estou aqui muito vivo, com muita força e muito feliz. Vocês quando falam do D’Alessandro, mudam o pensamento e a cobrança. Mas eu sempre matei no peito e não será diferente. Estou mais forte. Como o vinho."

PRIMEIRAS IMPRESSÕES SOBRE O NOVO TÉCNICO (ALEXANDER MEDINA)

“Treinador novo, com ideias novas. Que gosta de trabalhar, é intenso e não veio para brincar. Ele já mostrou isso nos primeiros treinos."

COMO PODE SER ÚTIL

"Não voltei ao Inter pelo que ganhei. Voltei porque a diretoria, o treinador e o grupo estão convencidos que posso contribuir de alguma maneira. Seja fora ou dentro. A partir disso, é só ajudar."

Para mais notícias do Internacional, clique aqui.

facebooktwitterreddit