Vitória do Athletico-PR sobre o Cuiabá movimenta luta contra o rebaixamento – veja

Nathália Almeida
Pedro Rocha pode ter anotado o gol que assegurou o Furacão na elite nacional
Pedro Rocha pode ter anotado o gol que assegurou o Furacão na elite nacional / Vinicius Do Prado/Agência F8/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Finalizada a primeira partida da leva de compromissos de Brasileirão programados para a noite desta sexta (3), temos torcidas tensas e outras aliviadas: com a vitória por 1 a 0 sobre o Cuiabá na Arena da Baixada, o Athletico-PR alcançou o "número mágico" de 45 pontos e praticamente assegurou sua permanência na elite do futebol nacional para 2022.

O único gol do confronto foi anotado já na segunda etapa pelo atacante Pedro Rocha, um dos destaques do time rubro-negro ao lado do zagueiro Pedro Henrique e do volante Erick. Com este placar, o campeão da Copa Sul-Americana praticamente garantiu sua tranquilidade na reta final da Série A, podendo focar seus esforços e atenção na decisão da Copa do Brasil contra o Atlético-MG.

Pedro Rocha
Pedro Rocha foi decisivo, mais uma vez / Pool/GettyImages

Se o triunfo em Curitiba simbolizou mais tranquilidade para o Furacão, podemos dizer o exato oposto sobre o Dourado: com 43 pontos, a equipe matogrossense segue fortemente ameaçada pelo Z-4, estando a apenas três pontos de frente em relação ao Bahia, que hoje abre a zona de rebaixamento. Muito tenso durante os 90 minutos, o Cuiabá ainda sofreu com o destempero de seus atletas na reta final do confronto, perdendo o atacante Clayson, expulso, para o duelo da próxima segunda-feira (6) contra o Fortaleza.

Outros dois times ameaçados pelo rebaixamento estão em campo nesta noite de sexta: o Atlético-GO e o Juventude, equipes que somam 44 pontos na tabela de classificação. Até o fechamento deste artigo, ambos empatavam seus respectivos jogos, contra Chapecoense e Fortaleza, por 0 a 0.

facebooktwitterreddit