Brasileiro Série B

Virada do Cruzeiro na estreia de Luxemburgo leva torcedores ao delírio - veja reações

Lucas Humberto
Técnico brilhou na sua reestreia ao fazer substituições pontuais e deixar a Raposa mais ofensiva
Técnico brilhou na sua reestreia ao fazer substituições pontuais e deixar a Raposa mais ofensiva / Bruna Prado/Getty Images
facebooktwitterreddit

Ele resolve! Depois de nove jogos sem vencer, o Cruzeiro de Vanderlei Luxemburgo foi protagonista de uma virada impressionante na 16ª rodada do Brasileirão Série A. A Raposa até saiu atrás contra o Brusque, mas as substituições do treinador foram tão eficazes que o empate seria pouco. Resultado: 2 a 1 favorável ao clube de Belo Horizonte, que saiu momentaneamente da zona do rebaixamento.

No primeiro tempo, poucas chances criadas de ambos os lados e um possível pênalti não marcado em Marcelo Moreno. Na segunda parcial, Edu abriu o placar para o time de Santa Catarina aos 35 minutos, mas Luxemburgo mostrou que não estava errado na escalação mais ofensiva: gol de Felipe Augusto após jogada ensaiada com Claudinho, e Giovani arriscando de fora da área cerca de três minutos depois do empate.

Nas palavras do próprio treinador, que falou em coletiva, a vitória foi resultado de um esforço coletivo: "Os jogadores que estão jogando hoje sabem que amanhã para outro entrar, fazer um revezamento. Com cinco substituições você pode dar um gás novo para a equipe. Se os caras estiverem ligados e comprometidos com o trabalho, facilita o trabalho. Parecia que o Giovanni, o Claudinho, o Felipe, o Artur estavam dentro do jogo, entraram já participando, correndo e lutando. O elenco conquistou vitória".

Quem também gostou do triunfo foram os torcedores nas redes sociais. Durante a partida, o nome do técnico apareceu em destaque. Confira as principais reações:

Luxa também atribuiu parte da mudança comportamental ao fato dos salários estarem em dia: "A mudança de comportamento tinha que existir. O jogador está comprometido com o clube e o clube com suas obrigações. Não que estivem fazendo corpo mole, nada disso, mas o emocional, o psicológico mudam. Foi muito bom o clube ter colocado os salários dos funcionários e dos jogadores em dia".

Agora, o Cruzeiro volta a campo na próxima quarta-feira (11), para receber o Vitória.

facebooktwitterreddit