Vialli, ex-atacante de Juventus e Chelsea, morre aos 58 anos de idade após batalha contra o câncer

Fabio Utz
Ex-atacante tinha 58 anos de idade
Ex-atacante tinha 58 anos de idade / Alex Grimm/GettyImages
facebooktwitterreddit

Mais um dia de luto no futebol mundial. Nesta sexta-feira, faleceu Gianluca Vialli, ex-atacante italiano. Aos 58 anos, ele perdeu a batalha contra um câncer no pâncreas.

Vialli defendeu a seleção de seu país durante a década de 1990 e, até o último mês de dezembro, quando se licenciou, integrava a comissão técnica da Squadra Azzurra. A doença surgiu em 2017, e em abril de 2020 ele chegou a anunciar que estava curado. No entanto, no ano seguinte foi acometido novamente do problema.

"Esperava até o fim que ele conseguisse outro milagre, mas me conforta a certeza de que o que ele fez pelo futebol italiano e pela Azzurra jamais será esquecido."

Gabriele Gravina, da federação italiana

A carreira de Vialli foi construída basicamente na Sampdoria. Aliás, ele fez parte de um histórico time que conquistou o Campeonato Italiano de 1991 e foi vice da Champions no ano seguinte. Depois, com a camisa da Juventus, viria a ganhar outro Scudetto (1995) e levar a principal taça da Europa (1996). Cremonese e Chelsea, este da Inglaterra, foram outros clubes defendidos pelo profissional. Na seleção, foram 59 partidas e 16 gols.

facebooktwitterreddit