Copa América Feminina

Venezuela x Brasil: onde assistir ao vivo, prováveis escalações, hora e local; Canarinho de olho na semifinal

Lucas Humberto
Favorita ao título, seleção brasileira pode garantir sua vaga na semifinal nesta segunda-feira, 18
Favorita ao título, seleção brasileira pode garantir sua vaga na semifinal nesta segunda-feira, 18 / Gabriel Aponte/GettyImages
facebooktwitterreddit

Buscando manter o 100% de aproveitamento conquistado até aqui, a Seleção Brasileira encara nesta segunda-feira, 18, a Venezuela, pela terceira rodada da Copa América Feminina. As equipes, vale ressaltar, possuem campanhas bem semelhantes no torneio: ambas estão com seis pontos, duas vitórias em duas partidas e nenhum gol sofrido.

A Canarinho lidera o Grupo B pelo saldo de gols: sete contra três do time oponente. Abaixo, você confere todos os detalhes e informações acerca deste confronto que promete equilíbrio.


Onde assistir e demais informações:

Adriana e Bia Zaneratto, duas das principais peças da seleção brasileira
Em grande momento, Adriana quer se manter artilheira / Gabriel Aponte/GettyImages

A partida entre Venezuela Brasil, válida pela terceira rodada da Copa América Feminina, terá transmissão dupla: SBT (TV aberta) e SporTV (canal fechado).

Data e hora: Segunda-feira, 18 de julho, às 18h (de Brasília)
Local: Estádio Centenário de Armênia, na Colômbia
Árbitro: Zulma Quíñonez (PAR)


Prováveis escalações

Venezuela

Brasil e Venezuela se enfrentam na terceira rodada da Copa América Feminina
A Venezuela ainda não sofreu gols nesta Copa América / JUAN BARRETO/GettyImages

Provável equipe: Nayluisa Cáceres; Michelle Romero, Yenifer Giménez, María Peraza e Nairelis Gutiérrez; Lourdes Moreno, Deyna Castellano e Gabriela García; Deyna Castellanos, Oriana Altuve e Mariana Speckmaier.

Desfalques: a técnica Pamela Conti deve mandar a campo sua força máxima.


Brasil

Provável equipe: Lorena; Fê Palermo (Antonia), Kathllen, Rafaelle e Tamires; Ary Borges (Luana), Angelina, Adriana e Kerolin, Bia Zaneratto e Debinha (Geyse).

Desfalques: a treinadora Pia Sundhage não poderá contar com os serviços da zagueira Tainara, que testou positivo para Covid-19 na última quinta. Gio Queiroz, se recuperando de uma pancada sofrida contra o Uruguai, é dúvida.


Último confronto entre os clubes

Bia Zaneratto, atacante do Brasil
Zaneratto, pilar da Canarinho, anotou contra a Venezuela no último encontro das seleções / Quality Sport Images/GettyImages

Brasil e Venezuela se enfrentaram pela última vez no dia 11 de abril de 2018. Na ocasião, em partida da Copa América Feminina, a Canarinho passeou com tranquilidade: 4 a 0, gols de Mônica Hickmann, Bia Zaneratto (duas vezes) e Marta. A partida aconteceu no estádio Municipal Francisco Sánchez Rumoroso, no Chile.


Como as equipes chegam ao duelo

Deyna Castellanos, atacante da Venezuela
Castellanos é uma das principais armas da Venezuela / JUAN BARRETO/GettyImages

A seleção brasileira emplacou dois resultados maiúsculos até aqui: 4 a 0 diante da Argentina e 3 a 0 sobre o Uruguai. Se vencer hoje, as comandadas de Pia estarão matematicamente garantidas na semifinal do torneio devido ao número de pontos somados.

A Venezuela, por sua vez, também protagoniza uma boa campanha em termos de parcial: 1 a 0 diante do Uruguai na estreia e 2 a 0 sobre o Peru na sequência. Destaque especial para Deyna Castellanos, atacante do Manchester City, que anotou em ambos confrontos.

facebooktwitterreddit