Vasco da Gama

Vasco vai ao mercado em busca de dois reforços pedidos por Lisca – veja prioridades

Milena Medeiros
Vasco precisa de reforços para a sequência da temporada
Vasco precisa de reforços para a sequência da temporada / Alexandre Schneider/Getty Images
facebooktwitterreddit

O início de Série B do Vasco foi muito abaixo do que se esperava. Após a queda de Marcelo Cabo e a contratação de Lisca, o Gigante da Colina irá em busca de mais dois reforços para complementar e finalmente fechar o elenco para a temporada.

A pedido de Lisca, o Cruzmaltino buscará no mercado dois perfis de jogadores: um volante e um meia, este que se encaixe na função tática antes desempenhada por Martín Benítez, já que Morato, atualmente com a 10, não vem suprindo as expectativas. Ao que tudo indica, o treinador deseja atribuir mais qualidade ao meio de campo vascaíno.

Martin Benitez
Benítez hoje atua com a camisa do São Paulo / Bruna Prado/Getty Images

Por isso, o Vasco estaria iniciando as conversas pela contratação do meia Hernanes, que acaba de sair do São Paulo e está livre no mercado, podendo chegar sem custos ao São Januário. Uma possível vantagem para a negociação seria a proximidade entre Alexandre Pássaro e o meia, visto que estiveram juntos no período em que o diretor executivo trabalhou no tricolor paulista.

O jogador experiente de 36 anos caberia como uma luva na vaga de 10 da equipe, no entanto, precisará concordar com a adequação salarial proposta pelo clube. A ideia inicial da diretoria vascaína é oferecer o contrato até dezembro deste ano, com direito a bonificações por metas atingidas na Série B. Caso alcance os objetivos acordados, haverá a renovação automática do contrato até dezembro de 2022. Cabe ressaltar que detalhes oficiais da negociação não foram divulgados e as partes ainda avaliam a situação.

Hernanes no São Paulo:

Campeão brasileiro em 2007 e 2008 com o Tricolor, Hernanes já não era mais peça fundamental para a atual equipe. Após duas temporadas no Hebei Fortune - China, o meia retornou ao São Paulo onde levantou mais uma taça, a de campeão paulista. Apesar da qualidade com a bola nos pés, o jogador enfrentou muitas lesões musculares que dificultaram a permanência na titularidade da equipe comandada por Hernán Crespo. Com poucas oportunidades, o meia procurou a diretoria do clube paulista para uma 'rescisão amigável'.

Após anunciar que deixaria o clube, o jogador afirmou que o principal motivo da saída teria sido o desejo de jogar, o que não estava fazendo muito com a camisa do São Paulo. Nesta temporada, por exemplo, o jogador atuou em apenas 9 das 38 partidas disputadas pelo Tricolor. Hernanes ainda expôs a sua vontade de seguir no Brasil e atuar no Campeonato Brasileiro. Será que Série B serve?

facebooktwitterreddit