Vasco da Gama

Glória Eterna? Vasco pode perder troféu da Libertadores de 1998 por dívidas; entenda

Lucas Humberto
Dívida com jogador de basquete Nick Okorie acarretou em decisão judicial de penhora do troféu da Libertadores.
Dívida com jogador de basquete Nick Okorie acarretou em decisão judicial de penhora do troféu da Libertadores. / RICARDO MORAES/Getty Images
facebooktwitterreddit

Glória Eterna? Uma dívida com Nick Okorie, jogador de basquete que passou pelo Vasco entre 2018 e 2019, acarretou em penhora do troféu da Libertadores conquistado pelo Gigante da Colina em 1998. A decisão partiu do juiz Ronaldo Santos Resende, da 78ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1).

Anteriormente, o atleta norte-americano havia estabelecido um acordo com o Cruzmaltino e firmado cobrança de R$ 64.350. Contudo, segundo a defesa de Okorie, a primeira parcela sequer foi quitada. As cifras são referentes aos pagamentos atrasados de férias, FGTS e demais salários. Antes da decisão de penhorar a taça da Libertadores, a Justiça tentou bloquear os direitos de transmissão e premiação do Brasileirão. No entanto, como o clube de São Januário terminou rebaixado, não teve receitas a receber.

No mês passado, uma decisão judicial semelhante envolvendo um ex-funcionário do clube colocou em risco o troféu do torneio continental. Todavia, o Vasco rapidamente quitou a dívida de pouco mais de R$ 5 mil reais. Será que dessa vez a taça vai embora?

Nick Okorie Vasco Penhora Libertadores
Atleta de basquete passou pelo Vasco entre 2018 e 2019. / Tim Umphrey/Getty Images

Com informações do ge.

facebooktwitterreddit