Botafogo

Últimas notícias do departamento médico do Botafogo: Carli, Patrick de Paula, Cuesta e mais

Lucas Humberto
Glorioso segue sofrendo com alto número de desfalques
Glorioso segue sofrendo com alto número de desfalques / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

Não deu nem tempo do Botafogo digerir a eliminação da Copa do Brasil para o América-MG e está na hora de voltar a atenção para o Campeonato Brasileiro. Neste domingo, 17, o Glorioso recebe o Atlético-MG e, como habitual nos compromissos dos cariocas, os desfalques preocupam. Luís Castro deu detalhes sobre a preocupante situação do departamento médico do clube.

"Vocês acham que podemos ter uma estabilidade com o número de lesões e afastamento de jogadores ao longo das semanas de trabalho? É impossível. Nós e qualquer time que isso aconteça vai ser assim. O que mais me incomoda no futebol são as injustiças. Sou um treinador que não fico eufórico quando sou elogiado nem lá no fundo quando criticado. Eu procuro manter o mesmo nível, mas há injustiças que me incomodam muito. Os meus jogadores têm trabalhado muito e são muito dignos, se entregam."

Luís Castro em coletiva
América-MG eliminou o Botafogo
Com 5 a 0 no agregado, o Coelho avançou às quartas de final da Copa do Brasil / Buda Mendes/GettyImages

Ele não está errado. Das últimas 11 partidas, o Botafogo perdeu oito. As ausências, claro, eram múltiplas, média de oito por compromisso, sendo grande parte de ordem médica. Segundo levantamento do veículo O Globo, a equipe ficou desfalcada 89 vezes no período: 78 por lesões e 11 por suspensão.

"Nossa qualidade de jogo não tem sido aquela que eu quero, claro que não. Claro que quero outra qualidade de jogo e tenho confiança de que vamos atingir. Agora não consigo ter entrando um e saindo outro. Essa análise pode ser feita por vocês também, não cabe só a mim dizer isso, cabe dizer também que no último jogo não tínhamos nenhum atacante no banco", completou o técnico.

Ausências para enfrentar o Atlético-MG

Para o duelo da 17ª rodada do Brasileirão, o técnico seguirá com múltiplos desafios. Victor Sá, Breno, Kayque, Diego Gonçalves, Carlinhos, Rafael, Barreto e Víctor Cuesta são baixas certas. Patrick de Paula e Joel Carli, que saíram machucados durante o embate de volta das oitavas da Copa do Brasil, aparecem como dúvida.

Na lateral-esquerda está o maior problemas do técnico luso, embora não seja de ordem médica. Hugo e Daniel Borges, suspensos, devem ser substituídos por DG. Com isso, a provável escalação do Glorioso é: Gatito; Kanu, Carli (Lucas Piazon) e Philipe Sampaio; Saravia, Del Piage (Sauer), Tchê Tchê (Oyama), Lucas Fernandes e DG; Erison e Vinícius Lopes (Matheus Nascimento).

facebooktwitterreddit