Uefa aprova regra de substituições para competições europeias; entidade também se posiciona sobre volta do público

Thiago, Leon Goretzka
DeFodi Images/Getty Images

A chamada "regra emergencial" segue. Em reunião do Comitê Executivo da Uefa, nesta quinta-feira, em Budapeste, ficou decidido que os times poderão realizar até cinco substituições nas partidas da edição 2020/2021 da Champions League e da Liga Europa.

David Alaba
Pool/Getty Images

Em situações de normalidade, apenas três mudanças são permitidas. No entanto, a Fifa autorizou esta flexibilização em todo o planeta por conta da pandemia de coronavírus. Em função da longa parada no calendário no primeiro semestre, as equipes sofreram com prejuízos físicos. Portanto, foi preciso ajustar este mecanismo e garantir competitividade às partidas logo após a retomada do calendário.

Luuk de Jong, Joan Jordan, Jose Mena, Jules Kounde
Pool/Getty Images

Durante o encontro, a Uefa também tratou da volta do público aos estádios. No entanto, a entidade não estipulou uma data na qual se poderá ver os fãs de volta às arenas da Europa. Na visão dos dirigentes, esta é uma medida de responsabilidade das autoridades sanitárias de cada país. No momento, muitas nações do Velho Continente sofrem com um novo surto de Covid-19.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.