TV Globo segue interessada em apostar no futebol feminino em sua grade - entenda o cenário

Nov 15, 2020, 2:13 PM GMT-3
Globo estuda aquisição dos direitos do Brasileirão Feminino
Globo estuda aquisição dos direitos do Brasileirão Feminino | R.Pierre/Agif/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Rompendo preconceitos enraizados e tornando-se cada vez mais popular em território nacional, o futebol feminino começa a ganhar holofotes e chamar atenção do mercado enquanto produto. Dia após dia, surgem novas e importantes notícias sobre acordos de patrocínio para a modalidade e suas protagonistas, além da ampliação da rede de divulgação do esporte, com mais e mais veículos demonstrando interesse em exibir partidas e ajudar a alavancar a categoria.

De acordo com a apuração do UOL Esportes, a TV Globo monitora atentamente este produto e está interessada em tê-lo em sua grade. A possibilidade ainda não se transformou em proposta concreta, mas é fato que a emissora está atenta ao crescimento do apelo à modalidade e fará esforços para adquirir direitos de transmissão de competições.

Brasileirão Feminino 2020 está em sua fase semifinal
Brasileirão Feminino 2020 está em sua fase semifinal | Victor Monteiro/W9 PRESS/GAZETAPRESS

Principal competição do calendário nacional do futebol feminino, o Campeonato Brasileiro é transmitido atualmente pelo Twitter, pela Band e pela ESPN Brasil, que fechou acordo pontual para a exibição da reta final da edição de 2020. Ainda de acordo com a apuração do UOL Esportes, o plano da Globo é adquirir os direitos do Brasileirão e exibir um jogo por rodada em seu canal aberto - em um horário que ainda está sendo estudado -, e as demais partidas em seus canais fechados (SporTV) ou até mesmo no pay-per-view.

Por ora, enquanto não formaliza o interesse no Brasileirão Feminino, a emissora projeta um aumento de conteúdos sobre a modalidade para 'preparar o terreno' e ambientar o público ao esporte. Não será surpresa, portanto, se programas tradicionais da grade da TV Globo (canal aberto/fechado) dedicarem cada vez mais reportagens e minutos ao futebol feminino.

facebooktwitterreddit