Futebol brasileiro

Tricampeão francês e "sombra" de Benzema: relembre a passagem de Fred pelo Lyon

Wéverton Rodrigues
Fred chegou ao Lyon com 20 anos, depois de se destacar pelo Cruzeiro
Fred chegou ao Lyon com 20 anos, depois de se destacar pelo Cruzeiro / PHILIPPE MERLE/GettyImages
facebooktwitterreddit

"Tudo o que é bom dura o tempo necessário para ser inesquecível", diz a frase de autoria de Fernando Pessoa, poeta português, mas que cabe muito bem a Fred, jogador brasileiro de futebol. Isso porque, como um "poeta da grande área", alcunha que peço permissão à torcida do Tricolor das Laranjeiras para dar ao atacante que muito admiro, à iminência do last dance, o jogador de expressiva carreira, sobretudo em campos brasileiros, marcou a memória de muitos fãs do futebol com gols emblemáticos, como somente os grandes camisas 9 foram capazes de fazer ao longo da carreira.

Mas é chegada a hora de dizer adeus. E o palco não poderia ser outro senão o Maracanã, onde tantas vezes o atacante levou a torcida do Flu à exultação máxima. Aos 38 anos, Fred pendurará as chuteiras: a partida deste sábado, diante do Ceará, será um momento de grande comoção não somente para quem nutre carinho pelo Fluminense e pelas três cores do marcante emblema nacional, mas também para todo aficionado por futebol, assim como eu, assim como você. Despedidas são sempre muito difíceis, não?

De fato, Fred foi um dos que mais entenderam a natureza do jogo naquele setor do campo: foram, ao todo, 413 gols até aqui, somando passagens por América-MG, Lyon, Atlético-MG, Cruzeiro e Fluminense, além, claro, da Seleção Brasileira. A expressiva marca é um privilégio de poucos, diga-se de passagem, e somente jogadores diferenciados conseguiram ao longo da carreira: clubismo à parte, Frederico Chaves Guedes mostrou que seu nome merece ser eternizado na história do esporte.

Com amplo destaque no cenário nacional adquirido pelo centroavante nascido em Teófilo Otoni, Minas Gerais, sua única passagem pela Europa é, no mínimo, surpreendente. Afinal, foi no Lyon da França que Fred fez parceria com o também brasileiro Juninho Pernambucano - heptacampeão da Ligue 1 com a camisa do clube, dividindo três conquistas com o atacante - e o francês Benzema, que viria a conquitsar grande protagonismo no time do Real Madrid anos depois. Uma época de ouro que o torcedor dos Leões não vai esquecer jamais!

Como uma forma de homenagear o atacante Fred por sua carreira digna e desportivamente admirável, o time 90min tem orgulho de relembrar como foi a passagem do atacante brasileiro pela França, onde teve momentos marcantes com a camisa do Lyon e conquistou muitos fãs.

De promessa no futebol brasileiro a tricampeão francês pelo Lyon

Lyon's Brazilian forward Frederico Chave
Fred em ação com a camisa do Lyon / MARTIN BUREAU/GettyImages

Foi atuando com a camisa do Cruzeiro que Fred despertou o interesse do Lyon. Nesse sentido, sua contratação acabou acontecendo em agosto de 2005, apenas um ano depois de ter sido contratado pela Raposa junto ao América-MG. Por R$ 40 milhões de reais, Fred rumou à França para jogar com a camisa do Les Gones.

Ao chegar no clube com apenas 20 anos, o centroavante teria grandes desafios pela frente. Karim Benzema, à época, também jovem promessa, era jogador revelado pelas categorias de base do clube francês e, no final das contas, acabou sendo importante para o crescimento do brasileiro no clube do Velho Continente. E o sucesso era só questão de tempo, afinal, foram 17 gols anotados e uma assistência em 45 partidas jogadas na temporada 2005/06, apenas a primeira dele com o emblema. E foi nessa mesma temporada que ele acabou sendo coroado com o título do Campeonato Francês, o quinto consecutivo do time. Bom começo, não?

A temporada de 2006/07 serviria para consolidar o trabalho individual do primeiro ano, oportunidade ímpar para que Fred pudesse continuar em pleno crescimento na Europa. Apesar da expectativa, ele não teve o mesmo número de oportunidades da temporada passada, tendo entrado em campo em 30 oportunidades. Ainda assim, a boa média se manteve: afinal, foram 14 gols, segundo informações do site oGol.

Quis, porém, o destino que, dos 14 gols marcados ao longo do ano, um deles fosse especial. A saber, o autor da vitória do Lyon sobre o PSG no jogo que fez o time conquistar o bicampeonato francês foi... de Fred! Inesquecível! A 6º conquista consecutiva da principal competição do país na conta do Lyon e do também brasileiro Juninho Pernambucano.

Sendo assim, o centroavante foi para a temporada 2007/08 com o intuito de ter ainda mais minutos em campo e, assim, provar nas quatro linhas que gol era mesmo parte de seu DNA. Com 30 jogos, ele foi às redes em 8 oportunidades. Apesar de os números não terem sido tão expressivos quanto poderiam, junto à temporada veio o tricampeão francês (o 7º e último da equipe até hoje). Inédito e histórico! O faro de título nacional foi fundamental para Fred conquistar, naquele mesmo ano, a Copa da França pelos Les Gones.

Fred chegou, então, ao último ano como jogador do Lyon. Ele não chegou a completar a temporada 2008/09 no clube, uma vez que sua rescisão contratual aconteceu em fevereiro de 2009, ano em que ele acertou com o Fluminense para retornar ao futebol brasileiro, onde iria iniciar uma linda e apaixonante história. Antes de se despedir do time francês onde foi tricampeão nacional e ir para o Tricolor das Laranjeiras, o centroavante ainda registrou 4 gols em 20 jogos disputados, pondo números finais ao desafio internacional na carreira.

E assim foi a passagem do atacante Fred na Europa: com 43 gols em 122 jogos. O jogador, que tem aposentadoria marcada para sábado (9), quando o Fluminense recebe o Ceará, no Maracanã, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, marcou história no Campeonato Francês e no time do Lyon. O centroavante trouxe na mala, à época, 4 importantes títulos nacionais que fazem parte do momento mais vitorioso da história do clube.

facebooktwitterreddit