Tottenham define termos de negociação e 'teto salarial' para repatriar Bale, crava jornal

Gareth Bale
Finland v Wales - UEFA Nations League | Joosep Martinson/Getty Images

Desde que seu prestígio começou a despencar em Madrid, Gareth Bale vê seu nome sendo sistematicamente ventilado no clube pelo qual 'despontou' em nível mundial: o Tottenham. No entanto, a possibilidade desta negociação acontecer nunca havia sido tão real/concreta como na janela atual: atleta e estafe manifestaram desejo pelo retorno à Londres, ao passo que José Mourinho, atual comandante dos Spurs, já deu 'sinal verde' para a investida.

O entrave, obviamente, mora nas cifras que giram em torno do atacante galês. De acordo com o jornal britânico 'The Independent', o clube londrino só está disposto a arcar com metade do que Bale fatura hoje em salários no Real Madrid. Ele detém o maior dos vencimentos entre atletas do clube merengue, recebendo algo em torno de 30 milhões de euros brutos/ano.

UEFA Champions League"Real Madrid v Manchester City FC"
UEFA Champions League"Real Madrid v Manchester City FC" | ANP Sport/Getty Images

Além de limitar os vencimentos de Bale à metade, o Tottenham quer fechar a transferência via empréstimo, com opção de compra fixada em contrato. Essa condição obviamente desagrada o Real Madrid, interessado em fazer cifras com a negociação definitiva do ponta já nesta janela de verão. Assim como todos os clubes do mundo, o gigante espanhol foi atingido pela crise alavancada pela pandemia, portanto, precisa fechar vendas para poder pensar em contratações.