Flamengo

Torcida do Flamengo protesta e pede saída de Marcos Braz; dirigente se manifesta

Nathália Almeida
Marcos Braz está queimado com a torcida rubro-negra
Marcos Braz está queimado com a torcida rubro-negra / FELIPE DUEST/Photopress/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Antes considerado como uma das figuras mais prestigiadas nos bastidores do Flamengo, Marcos Braz vem perdendo, gradativamente, a sua moral antes "inabalável" junto à Nação. Nesta sexta-feira (8), o vice-presidente de futebol rubro-negro foi um dos alvos primários de protestos realizados por torcedores do Mais Querido. Tanto no Ninho do Urubu - que viveu uma manhã tensa em virtude da presença de membros de organizadas -, quanto nas redes sociais, o nome do dirigente foi um dos mais lembrados e cobrados pelo momento ruim do clube.

Muito questionado por suas decisões recentes envolvendo o futebol rubro-negro e acusado de usar o Flamengo como "trampolim político", Marcos Braz viu seu nome virar assunto mais comentado nas redes sociais durante a sexta-feira, a partir de uma campanha de torcedores pedindo sua saída do clube. Até o fechamento deste artigo, o termo #ForaMarcosBraz era um dos Trending Topics do Twitter, com algumas críticas bem fortes sendo direcionadas ao profissional. Veja:

Questionado em coletiva concedida nesta sexta, Marcos Braz desmentiu Everton Ribeiro, afirmando que lideranças do elenco rubro-negro estavam cientes sobre a realização de uma reunião com membros de torcidas organizadas: "Evidente que os jogadores sabiam, alguns deles. Até porque tínhamos um jogo e não queríamos conversar com todos que iriam participar por causa disso. Mas podem acreditar que tinha atleta que estava ciente. Se o Everton não estava sabendo... eu até entendo ele, foi perguntado no saguão. Mas a questão central é que os jogadores que acreditamos que deveriam saber, sabiam", disse Braz.

facebooktwitterreddit