Corinthians

Torcida do Corinthians faz campanha por 'sim' de Renato Gaúcho; Partes já se reuniram

Nathália Almeida
Renato Gaúcho está na mira do Corinthians
Renato Gaúcho está na mira do Corinthians / Silvio Avila/Getty Images
facebooktwitterreddit

Ainda não há 'fumaça branca' no Parque São Jorge, mas se dependesse da Fiel, o Corinthians já estaria de comandante novo e ele atenderia por Renato Gaúcho. Livre no mercado desde sua saída do Grêmio em meados de abril - após a queda precoce do time nas fases prévias da Libertadores -, o treinador de 56 anos desponta como o amplo favorito da torcida alvinegra em todas as enquetes de preferência, e ao que parece, o Timão o trata como um forte candidato ao posto, sim.

De acordo com a apuração do globoesporte.com, a diretoria do Corinthians se reuniu com o empresário de Renato, Gerson Oldenburg, na tarde desta terça-feira (18). Neste primeiro encontro, os dirigentes alvinegros buscaram informações sobre a situação do treinador, e se este deseja retornar às atividades ainda nesta temporada. Não houve formalização de proposta, mas o clube apresentou seu projeto ao agente, que ficará responsável por passar todas as informações ao treinador. Renato não esteve presente na reunião.

renato gaucho gremio corinthians
Renato deixou o Grêmio em abril deste ano / Pool/Getty Images

Fiel faz campanha por Renato

Empolgada com a possibilidade de ter Renato Gaúcho trabalhando no Parque São Jorge, a torcida do Corinthians está fazendo a sua parte para dar uma "mãozinha" na difícil negociação: no início da noite desta terça-feira (18), os alvinegros lançaram a #AceitaRenato, campanha nas redes sociais para convencer o treinador a rumar ao Timão. A hashtag chegou a se tornar um dos assuntos mais comentados do Twitter.

Internamente, o Corinthians trata Renato Gaúcho como plano A e prioridade absoluta. Caso a negociação não avance - será bem desafiadora por motivos financeiros, já que os vencimentos do técnico no Grêmio estavam muito acima do teto atual do Timão -, a diretoria do clube terá que mapear outra via "do zero".

facebooktwitterreddit