Thiago Mendes tem recebido ameaças de morte por entrada em Neymar, revela técnico do Lyon

Nathália Almeida
Olympique Lyonnais v Paris Saint-Germain - Ligue 1
Olympique Lyonnais v Paris Saint-Germain - Ligue 1 / Jean Catuffe/Getty Images
facebooktwitterreddit

Disputado no último domingo (13), o clássico francês entre Paris Saint-Germain e Lyon ainda repercute mesmo 48 horas após o seu desfecho. O resultado surpreendente - a primeira vitória lionesa na casa do rival em anos -, deveria ser o único motivo para a longa repercussão após o apito final, mas o motivo para a partida seguir em evidência não é positivo: a dura entrada de Thiago Mendes em Neymar, tirando o camisa 10 de campo às lágrimas, vem gerando grandes consequências também para o volante.

Como destaca o Globoesporte.com, o técnico do Lyon, Rudi Garcia, revelou em entrevista concedida nesta terça-feira (15) que seu atleta vem recebendo ameaças nas redes sociais, em virtude do carrinho dado no compatriota: "As ameaças de morte recebidas por Thiago não deveriam existir. Hoje, nos permitimos muito facilmente insultar ou dizer coisas horríveis. Não são mais as redes sociais, mas as redes de casos sociais", afirmou o treinador.

Olympique Lyon v Paris Saint-Germain - Ligue 1
Olympique Lyon v Paris Saint-Germain - Ligue 1 / Xavier Laine/Getty Images

O comandante do Lyon ainda revelou sua leitura do lance, tratando a situação como um acidente: "Espero que haja uma decisão justa do Comitê de Disciplina e Indulgência. Todo esse burburinho midiático não ajuda em nada. Ele atacou a bola (...) Thomas Tuchel disse que Neymar pode ter condições de jogo já no domingo. Felizmente, não houve nenhuma lesão grave, ao contrário do que a saída do jogador sugeria", concluiu.

Apesar da declaração otimista do treinador do PSG, diversas fontes da imprensa francesa estimam que a recuperação do camisa 10 brasileiro levará de duas a três semanas. De qualquer forma, trata-se de uma projeção bem mais amena em relação à impressão deixada no momento da contusão.

facebooktwitterreddit