Thiago Galhardo deve se manter titular do Inter?

Ozíris Aduan
FBL-LIBERTADORES-INTER-GREMIO
FBL-LIBERTADORES-INTER-GREMIO / ALEXANDRE SCHNEIDER/Getty Images
facebooktwitterreddit

Principal artilheiro do Inter em 2020, Thiago Galhardo ainda não conseguiu marcar sob o comando de Abel Braga. A falta de gols afeta o camisa 17 colorado, que, como qualquer atacante, precisa de gol para se manter bem.

O último tento marcado pelo artilheiro foi em 3 de novembro contra o Atlético-GO pela Copa do Brasil, ainda sob o comando de Coudet. São 823 minutos sem marcar, 10 jogos, dois pênaltis perdidos resultando em sua maior sequencia de minutos em campo sem marcar com a camisa do Inter.

2020 Brasileirao Series A:  Internacional v Flamengo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus
2020 Brasileirao Series A: Internacional v Flamengo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus / Getty Images/Getty Images

Quem vem aproveitando as chances no ataque do colorado é Yuri Alberto, que mesmo sem ser titular absoluto marcou 3 gols nos últimos sete jogos se tornando peça fundamental no ataque do Inter. Tudo indica que o jovem atacante deve se consolidar na posição de titular do time nas próximas partidas e passa a fazer sombra para TH17.

2020 Brasileirao Series A: Atletico Mineiro v Internacional Play Behind Closed Doors Amidst the
2020 Brasileirao Series A: Atletico Mineiro v Internacional Play Behind Closed Doors Amidst the / Pedro Vilela/Getty Images

Artilheiro isolado do Brasileirão com 15 gols, Thiago Galhardo desempenha um papel fundamental no ataque colorado e, mesmo sendo substituído frequentemente nos jogos, dificilmente ele deve sair do time titular. Apesar da seca de gols sua entrega dentro de campo é sempre intensa, iniciando a marcação no ataque e deixando sempre a zaga do time adversário preocupada com sua presença. Por ser um jogador versátil ele também pode atuar como segundo atacante ou ainda como meia, o que possibilitaria jogar ao lado de Yuri Alberto sem nenhum problema, assim como quando era feito ao lado de Abel Hernandez.

Com Rodrigo Dourado e Edenilson de volantes; Patick, Praxedes e Thiago Galhardo de meias e Yuri Alberto de atacante que o Inter deve se apresentar do meio pra frente nas próximas partidas, aproveitando o máximo de seu elenco mesclando experiência e juventude. Ao menos durante o comando de Abel Braga o colorado deve se manter assim.

facebooktwitterreddit