Copa Libertadores

Teve até 'olé'! Com torcida de volta e em êxtase, Atlético-MG dá show e despacha o River Plate

Fabio Utz
Com direito a uma cavadinha, Hulk marcou contra os argentinos
Com direito a uma cavadinha, Hulk marcou contra os argentinos / BRUNA PRADO/Getty Images
facebooktwitterreddit

Ganhar é bom; ganhar de argentino é muito melhor; ganhar duas vezes seguidas de um gigante argentino e se classificar para a semifinal da Libertadores com méritos é especial; ganhar com todos esses ingredientes e tendo a torcida de volta ao estádio depois de um ano e meio entra para a história. E foi exatamente assim que, com uma vitória por 3 a 0, o Atlético-MG deu mais um passo rumo a uma tão sonhada reconquista da América.

Torcida Mineirão Atlético-MG River Plate Libertadores
Cerca de 16 mil torcedores estiveram no Mineirão / BRUNA PRADO/Getty Images

Aliás, o Galo deu show e mostrou realmente como se encara um rival do tamanho do River Plate. No embalo de 16 mil torcedores emocionados, que coloriram o Mineirão e enlouqueceram com o baile que seus ídolos deram em campo, apresentou suas credenciais para lutar pela taça. Se Nacho Fernández não estava presente e, por consequência, ficou sem ter este primeiro contato direto com a massa alvinegra em uma partida, Zaracho e Hulk experimentaram este doce sabor.

Hulk Atlético-MG River Plate Libertadores Vitória Vaga
Hulk, mais uma vez, foi protagonista em favor do time de Cuca / Pool/Getty Images

O argentino fez as arquibancadas explodirem com nada menos que um gol de voleio - aliás, uma verdadeira obra-prima. E o brasileiro, que havia dado assistência para o companheiro abrir o placar, deixou o seu com um toquezinho de pura categoria por cima de Armani. Sim, de cavadinha. Tudo isso ainda no primeiro tempo e com Diego Costa, o mais novo reforço do clube, acompanhando tudo de perto e vibrando com a possibilidade de, em breve, também fazer parte desta caminhada.

Diego Costa Atlético-MG River Plate Mineirão
Reforço atleticano, Diego Costa acompanhou o duelo / Pool/Getty Images

Na etapa final, com direitos a gritos de 'olé', Zaracho ainda ampliou, e o técnico Cuca (que, sim, foi ovacionado) se deu ao luxo de tirar Hulk, que deixou o gramado aplaudido de pé por seus fãs, agora, incondicionais. O Atlético-MG, pela terceira vez em todos os tempos, está na fase semifinal da Libertadores. E mais: deixando Boca Juniors e River para trás. Se o sorteio dos mata-matas apontou ao Galo a chave mais complicada, ele tratou de espantar qualquer tipo de fantasma. O Palmeiras, atual campeão e próximo adversário, que se cuide.

Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique aqui.

facebooktwitterreddit